Geral

Sarney: ‘Não desejo ser presidente do Senado’

O presidente do Senado, José Sarney, declarou em 16 de novembro de 2010 que não pretendia se candidatar à reeleição.

– Continuo com o mesmo ponto de vista. Não desejo nem quero ser presidente do Senado [a partir de fevereiro] – declarou.

Parece que o bigodudo esqueceu do que prometeu, pois, segundo a jornalista Cristina Lemos, do Portal R7, Sarney costura silenciosamente sua volta a presidência do senado.

O certo é que ele começa o governo Dilma mais forte do que nunca. O ‘dono do mar’ manteve e expandiu seus feudos; sugeriu que o PMDB usasse o salário mínimo para chantagear o PT na divisão de cargos; emplacou a filha como governadora do Maranhão; posou de amigo do ex-presidente Lula; deu posse a atual presidente e ainda demonstrou seus dotes artísticos ao cantar o Hino Nacional durante a cerimônia de posse.

Posando de bom samaritano, Zé Sarney patrocinou a indicação de Garibaldi Alves Filho para o Ministério da Previdência Social, eliminando assim a possibilidade de qualquer concorrência para  a já viciada cadeira de presidente.

Deixe uma resposta