Notícias, entrevistas e informações
sobre política e cotidiano do Maranhão.
Rádio Timbira Ao Vivo
  • Eleições 2016
  • Shows gospel viram prévia da disputa pela Prefeitura de São Luís

    Eliziane e Edivaldo promovem simultaneamente eventos destinados ao público evangélico, que representa cerca de 30% do eleitorado de São Luís.

    9 de fevereiro de 2016 | Por:

    A deputada federal Eliziane Gama, da Rede, e o prefeito Edivaldo Holanda Junior, do PDT, se enfrentam nesta quarta-feira (10) numa espécie de prévia do que será a eleição deste ano em São Luís.

    Favoritos para comandar o Palácio de La Ravardiere a partir de 2017, ambos promovem simultaneamente eventos destinados ao público evangélico, que representa cerca de 30% do eleitorado da capital. 

    Holandinha será o anfitrião do Ora São Luís, que reúne, a partir das 15 horas, na Praça Maria Aragão, pastores e membros de diversas denominações para congregar e louvar com as apresentações da cantora Bruna Karla e de dezenas de artistas maranhenses.

    Já Eliziane, que promove há dez anos a Semana Maranhense dos Retiros Culturais, reunirá os irmãos em Cristo a partir das 17 horas, no Aterro do Bacanga, para acompanhar as apresentações da popstar gospel, Aline Barros, e colher assinatura em favor da Campanha Nacional de Combate à Corrupção, de iniciativa do Ministério Público Federal.

    Depois de perder para o prefeito o espaço da Maria Aragão – local em que o encontro de retiros era tradicionalmente realizado, Gama socorreu-se no incondicional apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) para promover seu show no Aterro do Bacanga.

    E a “guerra santa” entre Edivaldo e Eliziane visando arrebanhar a preferência das igrejas evangélicas tende a seguir pela campanha eleitoral adentro.

    Que a comunhão de hoje se transforme nos votos de amanhã…

  • Política
  • Decreto tira nome de Sarney e outros políticos de escolas maranhenses

    A medida, uma das primeiras anunciadas por Dino, em 1º de janeiro do ano passado, agora começa a surtir efeito. É que no último dia 4 de janeiro o decreto 31.4690 trocou as denominações de 37 estabelecimentos da rede estadual de ensino que homenageavam pessoas vivas.

    de fevereiro de 2016 | Por:

    Nomes como Sarney, Murad, Castelo e Lobão são comuns em prédios públicos e escolas do Maranhão. Isso, no entanto, está prestes a acabar. É que o governador Flávio Dino (PCdoB), assim que assumiu o governo em 2015, proibiu que o patrimônio estadual receba o “batismo” de pessoas vivas e também vetou que os bens públicos sejam nomeados em homenagem a pessoas responsabilizadas por violações aos Direitos Humanos durante o regime militar.

    A medida, uma das primeiras anunciadas por Dino, em 1º de janeiro do ano passado, agora começa a surtir efeito. É que no último dia 4 de janeiro o decreto 31.4690 trocou as denominações de 37 estabelecimentos da rede estadual de ensino que homenageavam pessoas vivas e deu a eles nomes de personalidades que já morreram, como os ex-deputados João Evangelista e Júlio Montelles e até mesmo o cientista Albert Einstein.

    Quem mais perdeu com as mudanças foi o ex-presidente José Sarney: sete homenagens em diferentes municípios maranhenses foram retiradas. Outros “afetados” são os ex-governadores Edison Lobão – atual senador e ex-ministro de Minas e Energia – (três), Roseana Sarney (três), João Alberto de Souza (duas) e João Castelo (uma) também tiveram seus nomes trocados, assim como a ex-secretária de Educação Leda Tajra (cinco), o ex-deputado federal e ex-proprietário da Rádio e TV Difusora Magno Bacelar, o ex-vice-presidente da República e ex-governador de Pernambuco Marco Maciel.

  • Política
  • Retiro de Eliziane coletará assinaturas para campanha de combate à corrupção

    A iniciativa não tem qualquer vinculação partidária e visa mobilizar a sociedade brasileira para apoiar e defender lista de 10 medidas de combate à corrupção no país.

    de fevereiro de 2016 | Por:

    Representantes da campanha 10 medidas de combate à corrupção, coordenada pelo Ministério Público Federal, realizarão coleta de assinaturas nesta quarta-feira(10) durante o encerramento da Semana de Retiros Culturais no Aterro do Bacanga.

    A iniciativa não tem qualquer vinculação partidária e visa mobilizar a sociedade brasileira para apoiar e defender lista de 10 medidas de combate à corrupção no país.

    A ideia é conclamar o Congresso Nacional para promover medidas de prevenção a corrupção. “As assinaturas são importantes como manifestação de apoio à aprovação no Congresso”, afirmam.

    Os voluntários da campanha estarão recolhendo as assinaturas durante todo o evento que terá participação da cantora Priscila Alcântara, do cantor Marcos Nunes e da cantora Aline Barros.

    O evento comemora os 10 anos de realização da Semana Maranhense de Retiros Culturais idealizada pela pré-candidata a prefeita de São Luís, deputada federal Eliziane Gama.

     
  • Geral
  • STJ nega pedido de Habeas Corpus em favor de “Ribamar Pezão”

    Não será dessa vez que o prefeito José Ribamar Costa Alves, de Santa Inês, no Maranhão, será solto.

    de fevereiro de 2016 | Por:

    Brasil 247 – O pedido de Habeas Corpus impetrado pela defesa de Ribamar Alves no Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi negado. O prefeito de Santa Inês está preso no complexo de Pedrinhas desde o dia 29 de janeiro.

    Ele foi detido em flagrante pelo estupro de uma estudante de 18 anos. O prefeito nega a acusação e tem declarado que a relação sexual foi permitida pela garota.

    Além dos problemas com a justiça e que a polícia, José Ribamar corre o risco de perder o mandato. É que a Associação Comercial de Santa Inês deu entrada em um documento na Câmara Municipal para que o prefeito seja afastado definitivamente.

    Argumento toma como base o fato de o chefe do Executivo ter se afastado sem licença prévia do Legislativo. Além disso, a Associação afirma que o prefeito tem agido de forma incorreta e incompatível com a dignidade e o decoro necessários para o cargo que ocupa.

  • Geral
  • Patetice do dia: Roberto “calote” Racha fala em ser governador do MA

    “Você pagou com traição”… Eleito debaixo do braço de Flávio Dino, Roberto Rocha revela planos de suceder o governador já em 2018.

    8 de fevereiro de 2016 | Por:

    “Nós temos um mandato de senador, um mandato longo, de oito anos. Quando terminar o mandato do Flávio e da Dilma, o meu estará no meio, correto? Então é normal, em qualquer canto, um senador, no meio do seu mandato, ser um potencial candidato. Isso aos olhos da classe política. (…) Sou da mesma idade do governador, de partido diferente, e nunca fui do executivo. Todo mundo sabe que o meu desejo é esse. Tenho me preparado pra bem servir meu estado também no executivo, um dia”.

    Roberto Rocha (PSB), em entrevista publicada na edição de hoje do jornal O Imparcial, ao lançar-se, entre meias palavras, como candidato à sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB) já em 2018, confirmando as especulações da classe política sobre um avançado acordo com o clã Sarney, no mesmo dia em que os funcionários da Rádio Capital – pertencente ao senador – cruzaram novamente os braços depois de meses sem receber salários.

  • Geral
  • Ai meu Deus, me dei mal, bateu à minha porta o japonês da Federal…

    O blog faz uma parada para recarregar as baterias. Curta o Carnaval e deixe as más notícias para depois da quarta-feira de Cinzas.

    de fevereiro de 2016 | Por:

  • Geral
  • Ratinho pode comprar TV Difusora, diz colunista

    Com notícias sobre sua venda e o loteamento de espaços em sua programação, a crise na emissora da família Lobão se evidencia no ar.

    de fevereiro de 2016 | Por:

    O empresário e apresentador Carlos Massa, o “Ratinho”, pode estar próximo de fazer mais uma grande aquisição para a expansão de seus negócios em comunicação. Por meio da Rede Massa, o comunicador estaria interessado na compra da TV Difusora.

    Segundo o colunista de O Globo Ancelmo Gois, Ratinho estaria interessado, também, na compra de outra afiliada do SBT: a TV Alterosa, de Minas Gerais. A aquisição de qualquer uma das duas – ou das duas – consolidaria o projeto de expansão da Rede Massa, iniciado pela Rádio Massa, que já se encontra em território paulista, com diversas emissoras no interior de São Paulo. No caso da rede de televisão, este seria o primeiro passo fora do estado do Paraná.

    No caso particular da emissora pertencente a família Lobão, o que corrobora para um desfecho positivo para o empresário paranaense é a situação em que se encontra a TV Difusora. Com notícias sobre sua venda e o loteamento de espaços em sua programação, a crise na emissora se evidencia no ar.