Geral

Qual planilha a oligarquia quer usar para atacar Flávio Dino?

Veículos de comunicação e políticos ligados à família Sarney vêm usando duas planilhas para tentar ligar Flávio Dino a um suposto pagamento irregular feito pela Odebrecht. A tese construída é que as planilhas da Odebrecht mostrariam que o governador do Maranhão teria recebido propina da empreiteira. Em primeiro lugar, em nenhum momento o nome do governador aparece nas planilhas. Isso por si só bastaria para invalidar a acusação. Mas a inconsistência vai muito além disso.

As próprias planilhas desmentem uma a outra. Quando comparadas, elas desmontam rapidamente a estratégia da oposição.

Uma planilha é verde; e a outra é branca. Ambas teriam sido feitas pela Odebrecht, segundo a versão divulgada por blogs alinhados com os Sarney.

Ainda de acordo com essa tese, elas mostrariam o destino do pagamento de R$ 200 mil em 2010. Uma informação muito importante: ambas as planilhas se referem ao mesmo dia.

Só que a planilha verde mostra o destino do suposto pagamento como sendo o Distrito Federal. E a planilha branca mostra o destino como sendo São Paulo.

Em todas as outras planilhas, a unidade da federação apontada na planilha indica o estado de origem do político. Em qualquer uma das duas planilhas, não é citado o Maranhão, estado de origem do governador.

Outra dúvida: como um mesmo pagamento teria sido feito para pessoas diferentes ao mesmo tempo?

Comantário

  1. O santo da lava jato chama-se Flávio corrupto Dino.Só a curriola do Jornal pequeno defende,porque tão faturando alto.

Deixe uma resposta