Destaques

Paulo Marinho completa um mês de prisão

O ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho (PMDB), completa hoje 31 dias de prisão por não pagar pensão alimentícia a um dos seus filhos. A dívida ultrapassava o valor de R$ 1.200.000,00.

Marinho foi detido pela Polícia Civil no dia 24 de outubro, após determinação do Tribunal de Brasília. A primeira noite ele passou na Unidade Prisional de Ressocialização em Caxias. Dia seguinte, foi levado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas onde permaneceu sete dias antes da Justiça conceder a prisão domiciliar, situação que permanece até hoje.

O peemedebista é monitorado por uma tornozeleira eletrônica e está impedido de sair de sua residência. No tempo livre, aproveita realizando reuniões políticas na prisão domiciliar.

O mais assíduo é o senador Roberto Rocha (PSDB).

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *