Geral

Marrapá, marrapá, marrapá e marrapá

Já pensou se você não pudesse usar as expressões “éguas”, “oxente”, “cara”, “já era” ou outros termos regionais, só porque são registradas? Marrapá!

Pois é… Querem me proibir de usar  “Marrapá”; expressão tipicamente nordestina, muito usada na língua oral, que demonstra justamente o sentimento que temos diante do que expomos em nossos posts.

A justificativa é a de que a marca já foi registrada pelo antigo governo José Reinaldo. Onde já se viu proibir alguém de usar uma expressão de domínio público, que faz parte do cotidiano de um grupo social?

O blog entrou em contato com a ex-secretária do governo José Reinaldo, Flávia Regina, que confirmou que a marca é registrada, mas se manifestou contra qualquer coerção à liberdade de imprensa.

Consultado agora pouco pelo blog,  o vice-governador Washington Luis (PT), citado aqui algumas vezes, manifestou-se a favor do uso do nome “Marrapá”.

Agradeço aos blogueiros Décio Sá, Robert Lobato e Ricardo Santos por contribuírem cada vez mais para a fama do Blog Marrapá. E por causa de vocês que o nosso blog só cresce.

Veja a quantidade de visitas e visualizações do blog nos sete últimos dias:

Tópico alterado às 23:30 horas para acréscimo de informações.

 

Comments are closed.