Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Mais um nome ligado à oligarquia Sarney quer pegar onda com Bolsonaro

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) virou uma espécie de tábua de salvação para alguns políticos maranhenses, sobretudo os ligados a finada oligarquia Sarney. Além dos próprios integrantes da família, nomes como Eduardo Braide (PMN) estão tentados a entrar na onda do ex-militar para ascender na política maranhense.

O deputado federal eleito pode ingressar no partido de Bolsonaro para concorrer à Prefeitura de São Luís em 2020. Tentado a se filiar já nos próximos meses, Braide ainda mantém cautela quanto a esse que pode ser um importante passo na sua candidatura ao Palácio Lá Ravardiere.

Ele sabe que 2020 ainda está muito distante e um fracasso do governo Bolsonaro seria mortal para as suas pretensões de se filiar no PSL. Por enquanto, ele apenas esperará como será o primeiro ano de gestão do novo presidente para dançar conforme a música.

Depois de tentar esconder sua ligação histórica com os Sarneys para afastar a rejeição da oligarquia, Braide sabe que pegar carona em um eventual bom governo de Bolsonaro pode ser fundamental para a sua eleição em 2020. Por enquanto, ele apenas aguarda e valoriza o seu próprio passe.

Como seu partido foi atingido pela cláusula de barreira, ele terá que se mexer no xadrez das próximas eleições municipais. Mas, para isso, aguardará o movimento dos outros para ficar mais perto de um xeque-mate.

Comantário

  1. Na eleição passada Braide saiu “do nada” e quase desbanca o sumido Holandinha, que tinha as máquinas municipal e estadual a seu favor. Só não ganhou mesmo porque o são luisense é acomodado.
    Agora, mais conhecido e sem o atual prefeito no páreo, não precisará de muito pra ganhar a eleição municipal.
    Até lá, blogueiro, vai pensando em um novo factóide, a la Anajatuba, que você e toda imprensa maranhense esqueceu completamente após a eleição de Holandinha.

Comments are closed.