Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Educação do Maranhão será uma das 10 melhores do Brasil, diz Flávio Dino

“Nosso objetivo é colocar a educação do Maranhão entre as 10 melhores do Brasil”, disse Flávio Dino em entrevista para o Jornal GGN, de alcance nacional. Reeleito governador do Maranhão pelo PCdoB, ele destacou as conquistas do primeiro mandato a que atribui os 59,29% dos votos válidos que derrotaram Roseana Sarney.

Na educação, as ações vão desde a valorização dos professores, que hoje recebem o maior salário do Brasil, passando pela gestão participativa na escolha dos gestores escolares, eliminando a indicação política, até a melhoria de infraestrutura das escolas, que agora também são em tempo integral.

Medidas que se refletiram na elevação do IDEB, antes em queda. Atualmente, o Maranhão apresenta o terceiro melhor índice de desenvolvimento da educação básica no Nordeste, atrás apenas do Ceará e de Pernambuco.

“Conseguimos sair da 22ª posição para a 13ª e esses resultados, em termos nacionais, também se revelaram em outras áreas: saúde, segurança pública”, afirmou.

Na área da saúde, destaque para a regionalização por meio de oito hospitais de referência, ampliando em 50% o número de leitos. Na segurança, o aumento de policiais, viaturas e armamentos que tiraram São Luís da lista das 50 cidades mais violentas do mundo.

Investimentos em áreas prioritárias foi a receita para a gestão aprovada nas urnas, apesar da crise fiscal que afetou o país. Para a educação, principal foco do governo, foram usados recursos do Fundeb, BNDS e do próprio tesouro estadual.

A transparência foi outro fator levantado para a renovação da confiança do eleitorado em Flávio Dino. “Conseguimos mostrar uma forma diferente de governar, com muita transparência administrativa”, disse Dino. “Só isso já é uma distinção bastante aguda em relação ao que havia anteriormente, ao mesmo tempo conseguimos resultados”, frisou.

Incentivos às cadeias produtivas, atração de investidores e modernização da logística, com destaque para o Porto do Itaqui, resultaram no crescimento do PIB em 2017, que deve continuar ascendendo, também, em 2018.

Para o próximo mandato, Flávio Dino apontou alguns caminhos, como a inclusão digital, dando continuidade ao programa Maranet, que já leva internet gratuita para espaços públicos de 30 cidades, e a ampliação do videomonitoramento para reforço da segurança pública.

Eleições presidenciais

Durante a entrevista, Flávio Dino também comentou o segundo turno das eleições presidenciais. Para ele, a força do diálogo poderá ser decisiva. “O Bolsonaro e aqueles que o cercam são possuídos por um ethos fascista. Agora, os eleitores estão sendo na verdade vítimas”, afirmou.

Segundo Dino, a maioria da população está, na verdade, desesperançada, pois não compactua com o discurso de ódio presente na campanha de Jair Bolsonaro. “Nós precisamos dialogar muito fortemente com a sociedade e não estigmatizar ninguém, manter os braços abertos”, disse.

Por meio do debate de ideias, o governador do Maranhão acredita que será possível “recuperar essa maioria da cidadania brasileira para um projeto verdadeiro de desenvolvimento nacional”.