Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Vídeo! Polícia Federal invade casa de aliada de Roseana Sarney em Açailândia

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (25), a Polícia Federal invadiu a residência da ex-prefeita de Açailândia, Gleide Santos (MDB), depois de ter sua entrada no local negada para cumprimento de mandado de busca e apreensão no bojo da Operação Patranha. Agentes da PF arrebentaram o portão da casa e adentraram às dependências para cumprir a ordem judicial.

A Operação Patranha tem como finalidade dar cumprimento a 05 (cinco) mandados de busca e apreensão e 01 (um) mandado de constatação, requisitados pelo Ministério Público Federal. Trata-se de ação penal que apura práticas de crimes licitatórios na Prefeitura de Açailândia, durante a gestão de 2013/2015.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão, sendo 02 em Açailândia, 01 em Imperatriz, 01 em Lago do Junco e 01 em São Luís.

Gleide Santos foi eleita prefeita de Açailândia em 2012 pelo MDB e teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores do Município em julho de 2015 por 14 votos a zero, após denúncias contra ela de uso indevido de recursos públicos, contratações irregulares e fraudes em licitações.

A ex-prefeita já havia sido afastada pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) por improbidade administrativa, mas o Superior Tribunal Federal (STF) determinou o retorno dela à função, em junho de 2015.

A Promotoria de Justiça de Açailândia acusou, à época, Gleide Santos de praticar ato de improbidade administrativa com base em vídeos que mostravam a utilização de profissionais e máquinas do Município na Fazenda Copacabana, de propriedade da gestora e do marido dela Dalvadisio Moreira dos Santos.

Veja o vídeo: