Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Apresentado como ‘candidato do Lula’, Haddad salta de 3% para 11%

Da Veja

Nova pesquisa encomendada pela XP Investimentos mensurou o potencial de crescimento de uma eventual candidatura do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), à Presidência da República nas eleições de 2018. Apresentado isoladamente, registra 3% das intenções de voto. No entanto, quando associado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu nome dispara e vai a 11%.

Na liderança isolada, segue o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), com 21% das intenções de voto. Todos os candidatos, no entanto, perderiam para a taxa de brancos e nulos, que é de 25%.

Haddad, que administrou a capital paulista entre 2013 e 2016, apareceria nessa simulação empatado numericamente pelo segundo lugar com a ex-ministra Marina Silva (Rede). Se considerada a margem de erro, de 3,2 pontos para mais ou para menos, também entram nesse grupo o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 9%, e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), com 8%.

Pouco atrás desse pelotão, aparece o senador Álvaro Dias (Podemos), com 6%. No escalão de baixo, o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) e a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB), com 2%. O líder dos sem-teto Guilherme Boulos (PSOL) e o empresário João Amoêdo (Novo). fecham a relação, com 1% cada.

A pesquisa ouviu, por telefone, 1.000 entrevistados em todo o Brasil entre segunda e quarta-feira desta semana, em um levantamento realizado pelo instituto Ipespe, a pedido da XP. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. O índice de confiança, de 95,45%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação BR-05997/2018.

Apesar de se declarar pré-candidato à Presidência, o ex-presidente Lula é considerado inelegível pelo atual entendimento da Justiça Eleitoral a respeito da Lei da Ficha Limpa, que proíbe candidaturas de políticos condenados em segunda instância. Em janeiro, Lula foi sentenciado a doze anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no processo do apartamento tríplex do Guarujá (SP). Desde 7 de abril, ele se encontra preso cumprindo pena na sede da Polícia Federal, em Curitiba.

Cenários

Pesquisa espontânea (sem a apresentação de uma lista de candidatos)

Jair Bolsonaro (PSL) – 14%
Lula (PT) – 14%
Ciro Gomes (PDT) – 2%
Álvaro Dias (Podemos) – 2%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 2%
Marina Silva (Rede) – 1%

Outros – 2%
Não sabe/não respondeu – 37%
Nulo/branco/nenhum – 25%

Pesquisa estimulada – com Fernando Haddad (PT)

Jair Bolsonaro (PSL) – 22%
Marina Silva (Rede) – 13%
Ciro Gomes (PDT) – 11%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 8%
Álvaro Dias (Podemos) – 6%
Fernando Haddad (PT) – 3%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
Manuela D’Ávila (PCdoB) – 2%
Guilherme Boulos (PSOL) – 1%
Flávio Rocha (PRB) – menos de 1%

Não sabe/não respondeu – 3%
Nulo/branco/nenhum – 27%

Pesquisa estimulada – com “Fernando Haddad (PT), apoiado pelo Lula”

Jair Bolsonaro (PSL) – 21%
Fernando Haddad (PT), apoiado pelo Lula – 11%
Marina Silva (Rede) – 11%
Ciro Gomes (PDT) – 9%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 8%
Álvaro Dias (Podemos) – 6%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
Manuela D’Ávila (PCdoB) – 2%
Guilherme Boulos (PSOL) – 1%
Flávio Rocha (PRB) – 1%

Não sabe/não respondeu – 2%
Nulo/branco/nenhum – 25%

8 Comnetários

  1. O cara não conseguiu se reeleger nem pra prefeito de São Paulo, porque mostrou fraqueza e também que é inapto para gestão pública. Quando a campanha política começar pra valer veremos a insignificância de votos que Haddad terá.

  2. Esse Fernando Haddad é inexpressivo e acho pouco provável ele se destacar nas eleições mesmo com apoio do presidiário do Lula. Quem quiser pagar pra ver…

  3. Para mim podem colocar quem eles quiserem porque não vou votar em ninguém desse partido que além de imcompete quebrou o Brasil. Esse partido fez muito mal para o Brasil e não merece uma segunda chance.

  4. Esse partido desgraçado chamado PT acabou pro BEM do Brasil. ..VADE RETRO. ..vão pra Cuba ou Venezuela seus VERMES! !!

  5. A quadrilha do PT vai sumir depois da eleição de outubro!! Vão ter q roubar de outra maneira. Talvez, passem a assaltar bancos, e não mais roubar o povo.

  6. Já estou contando os dias em que não precise ver a cara de nenhum petista porque o partido simplesmente morreu. Talvez quando o sem noção e bandido do Lula morrer, como esse sujeito é o único nome desse partido com certeza quando ele morrer o partido morre junto. Chega de pilantras e bandidos no poder, precisamos dar um novo rumo ao Brasil mais enquanto houver eleitores corruptos e cegos votando nessa gente vai ficar difícil. Às vezes acho que temos que trocar são os eleitores em vez dos politicos.

Comments are closed.