Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Ministério Público pede que TVs e rádios tratem candidatos com igualdade

O Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral, expediu recomendação para as emissoras de rádio e TV no Maranhão sobre a fiscalização de todos que se utilizam de espaços em suas programações.

O texto da recomendação preconiza o tratamento isonômico na participação de filiados a partidos políticos ou pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros ou debates na rádio, televisão e na internet.

O texto é um balde de água fria no modus operandi de fazer jornalismo do Sistema Mirante de Comunicação, pertencente à família Sarney. Nos últimos meses, a participação de pré-candidatos ao Senado e ao Governo se intensificou à medida que o grupo aumentou o tom das críticas ao governador Flávio Dino. Consultada, a equipe do atual governador informou não ter sido convidada a nenhuma entrevista.

Somente nas últimas semanas, os pré-candidatos ao governo Roseana Sarney e Roberto Rocha, além dos pré-candidatos ao Senado, Edison Lobão e Sarney Filho, participaram de programas de rádio da Mirante. Todos aproveitaram o espaço para criticar o atual governo e falar de si.

Os jornalistas, sempre aliados ao projeto dos patrões, também deixam a isenção de lado para fazer elogios ao grupo Sarney e seus candidatos, ao mesmo tempo em que criticam unicamente o governador.

Essa postura afronta a lei, que versa sobre o zelo pelo conteúdo vinculado ao contexto eleitoral, evitando o engajamento a eventual candidatura ou a promoção de tratamento privilegiado por meio de propaganda eleitoral negativa de outros pretensos candidatos.

É bom a Mirante ficar de olho…

2 Comnetários

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − seis =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.