Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

PSDB: Braide à frente de Roberto Rocha em pesquisas deve sacramentar articulação de Zé Reinaldo

Toda vez que uma pesquisa eleitoral nova é divulgada dois pontos interessantes merecem destaque. Primeiro, a larga vantagem do governador Flávio Dino (PCdoB) perante os adversários e, logo depois, o péssimo desempenho do senador Roberto Rocha (PSDB) que já foi ultrapassado até pelo deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

Dino está cada vez mais consolidado na liderança dos levantamentos e a reeleição do governador, ainda no primeiro turno, se repete em todas as pesquisas e cenários apresentados.

Já a situação do senador Roberto Rocha é quase desesperadora. Rocha não consegue decolar e apesar de ter tomado o controle do PSDB do vice-governador Carlos Brandão, não reverte toda estrutura partidária disponível em intenções de voto.

A coisa piora quando até o deputado Eduardo Braide, do minúsculo PMN, ultrapassa Rocha e se estabiliza em terceiro nas pesquisas de intenções de voto. Na última pesquisa Datailha publicada no mês de maio, o senador estava em penúltimo lugar com 0,8% das intenções de voto e o deputado em terceiro com 3,42%.

Na pesquisa Exata publicada neste domingo (03) pelo Jornal Pequeno, Rocha continua em penúltimo com 3% das intenções de voto e Braide também aparece na terceira colocação com 6%.

O desespero do senador “bate a porta”, pois ele mesmo filiou ao PSDB o deputado federal Zé Reinaldo, que é um dos principais articuladores da candidatura de Braide e não cansa de fazer acenos públicos ao parlamentar.

Zé Reinaldo tem uma excelente relação com o presidenciável e presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin. Nos bastidores da política, um dos temas mais comentados é a possível interferência nacional dos tucanos na formação da chapa aqui no Maranhão.

A matéria publicada neste final de semana pelo jornal “O Estado de São Paulo” mostra o caminho sonhado por Zé Reinaldo e temido por Roberto Rocha para o PSDB do estado.

O “Estadão” diz que Alckmin busca palanques regionais fortes em outros partidos para compensar a falta de candidatos tucanos competitivos nos estados. O presidenciável segue estagnado nas pesquisas de intenção de voto (variando entre 5 e 6%).

No cenário ideal para Zé Reinaldo, o PSDB apoiaria a candidatura de Braide ao governo do estado e o deputado federal seria o candidato prioritário dos tucanos ao Senado.

Roberto Rocha tem arrepios com essa possibilidade, que cada vez fica mais plausível, tendo em vista o seu pífio desempenho nas pesquisas eleitorais e a posição de Braide sempre à sua frente.

Zé Reinaldo sabe dessa tendência do PSDB em abdicar de candidaturas próprias sem viabilidade eleitoral, caso de Roberto Rocha no Maranhão, em prol de candidaturas de outros partidos com melhor desempenho.

Esses acenos e declarações de Zé Reinaldo para Braide não são em vão e tem tudo para já ter o aval do próprio Alckmin que vai precisar de um palanque mais forte no estado. Como disse uma vez o deputado Othelino Neto (PCdoB), Roberto Rocha parece ter alergia a voto. Alckmin também já deve ter percebido isso!