Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Contradição: Braide ataca capelães e lança pastor candidato a deputado

O deputado Eduardo Baride (PMN) ainda não sabe se vai concorrer ao governo do estado em 2018, mas uma coisa ele sabe muito bem: cair em contradição.

O parlamentar que tanto atacou o governo do estado e o segmento evangélico no caso das nomeações dos capelães, agora prestigia e quer o apoio dos que foram tripudiados por ele mesmo.

Na última terça-feira (29), Braide foi a Pinheiro e fez a festa com evangélicos que prestigiavam o lançamento da pré-candidatura do Pastor Ribinha a deputado estadual.

Abusando da hipocrisia, o rebento de Anajatuba não poupou elogios ao Pastor em uma clara demonstração de que, para ele, pelo voto vale tudo!

11 Comnetários

  1. O que uma coisa tem haver com outra??? O deputado criticou apenas a maneira eleitoreira como essas nomeações de líderes da assembleia de Deus estão descaradamente sendo usadas em ano de eleição. O deputado não odeia os evangélicos. Você está agindo de má fé, Leandro Miranda!

  2. Esse candidato está muito perdido um falso não vai chegar a lugar nenhum ele deve se preocupar com as investigações de Anajatuba

  3. Esse blog joga seio. Sou evangélico e radicalmente contra a forma como meus irmãos evangélicos caíram na arapuca de Dino, sendo comprados pela distribuição de capelanias. Esses pastores e líderes que se VENDERAM não nos representa.
    Qual a contradição????? Você é um dejeto humano.

  4. Falam e desdanham das religiões e corre atrás de um evangélico Mais contradição do que isso impossível . A inveja por vê que a grande maioria tá com Flávio Dino é insuportável pra eles esse moço aí é a oligarquia

  5. Falam e desdanham das religiões e corre atrás de um evangélico Mais contradição do que isso impossível . A inveja por vê que a grande maioria tá com Flávio Dino é insuportável pra eles esse moço aí é a oligarquia

  6. Não entendo o problema desses caras com nomeações, assumir cargos sem concurso público… Isso foi inventado por Flávio? Fala sério! Todos os governos nomeiam e exoneram quem desejam! Vaga de capelania por nomeação tem 147 anos, nunca foi concurso!
    Aff!

Comments are closed.