Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Após baculejo em Gaguinho, governo cede à pressão de Astro e muda comando da BPRV

Na terça-feira passada o vereador de São Luís Edson Gaguinho (PHS) pegou um baculejo do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV), na Vila Janaína. Procedimento de rotina da PMMA que tem ajudado a diminuir os acidentes de trânsito com vítimas fatais e tem aumentado a recuperação de veículos roubados.

O vereador Gaguinho, se achando a última bolacha do pacote, não gostou nada da ação da BPRV e foi choramingar no colo do presidente da câmara de vereadores de São Luís, Astro de Ogum (PR).

O Astro agiu foi rápido em “solidariedade” ao companheiro de parlamento. O presidente reuniu assinaturas de 20 vereadores em uma Nota do parlamento municipal e chegou a ameaçar romper com o governador Flávio Dino. Astro condenou a ação e chegou a ameaçar acionar os policiais envolvidos na abordagem.

A nota emitida pela Câmara é tão estapafúrdia que viaja na maionese quando afirma que foi “um ato covarde e violento perpetrado contra o vereador foi uma agressão contra a Câmara Municipal e contra toda a sociedade da capital maranhense”. A Nota de Astro pede até punição exemplar aos trabalhadores por fazerem, simplesmente, seu trabalho.

E olha que o governo do estado cedeu as chantagens de Astro e acabou exonerando o Comandante da BPRV, tenente-coronel Carlos Augusto Magalhães.

Nas ruas, não se fala de outra. O povo comenta as mudanças da corporação e questiona o rigor com a população e a conivência com certos políticos.

 

5 Comnetários

  1. Mas o certo e que ninguem aguenta mais essas blitz a qualquer hora, atrapalhando o transito, não importa onde seja, eles tão lá, quando não e blitz eles atravessam a viatura no meio da avenida, isso enche o saco da população, daí o desgaste do GOVERNADOR, muita gente falando isso e afirmando que vão reavaliar em quem votar esse ano.

  2. Tu achas que São Luís saiu da lista das cidades mais violentas do mundo só pelo brilho dos nossos olhos. Foi por causa do policiamento que não sai das ruas. Pois quando eu vejo a blitz entro no meio, pode revistar o meu carro, mas quero que revistem também os dos outros. Nada de privilégios pra autoridade nenhuma, todo mundo tem que ser revistado.

Comments are closed.