Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Marco Aurélio enquadra Sousa Neto e detona proselitismo da oposição sarneyzista

O deputado Marco Aurélio (PCdoB) enquadrou o seu colega de parlamento Sousa Neto (PROS) na sessão desta terça-feira, na Assembleia Legislativa. Em discussões sobre Medidas Provisórias que alteraram organizações e cargos efetivos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e que permitiram mais promoções, o comunista ainda detonou o proselitismo de outros deputados ligados à família Sarney.

“Eu só queria que o Deputado Sousa Neto, que acabou de ocupar aqui a tribuna, que essa mesma garra que ele tem que ele tivesse no mandato anterior da governadora dele. Não era deputado, mas é genro da pessoa que tinha toda a força na Secretaria de Segurança Pública. Era toda a força na Secretaria de Segurança Pública e nunca defendeu, nunca defendeu. Ele não defendeu para que houvesse promoções no governo passado”, disparou Marco Aurélio.

O deputado comunista exaltou os feitos do governo Flávio Dino para a melhoria do Sistema de Segurança, como a aquisição de quase mil viaturas e a promoção de mais de oito mil militares. Ele criticou os colegas de parlamento que querem politizar todas as discussões da Casa, mesmo como avanços notórios, mas que no passado nada fizeram para a melhoria das condições de trabalho de policiais e bombeiros.

“Eu não estava na legislatura passada. Mas, por favor, se V. Exas. tivessem, se cobraram lá no governo passado promoções dos policiais, se fizeram duras defesas da promoção dos policiais, lá no governo passado, governo de Roseana Sarney, se eu tiver errado, por favor, publiquem as defesas de V.Exas. lá no governo passado. Porque agora vem cobrar, mas no passado não sei se cobraram, não sei se tinham essa mesma vontade. Não sei se tinham essa mesma determinação, ou se é puramente um debate político”, detonou Marco Aurélio, em discurso endereçado aos sarneyzistas Edilázio Júnior e Eduardo Braide.