Publicidade  Prefeitura de São Luis

“Debate movido por interesses comerciais”, diz Flávio Dino sobre prova da PM em Teresina

O governador Flávio Dino se mostrou estarrecido com o debate acerca da realização da prova da Polícia Militar, no último domingo, em Teresina. Ele classificou o fato como surrealista, já que quem escolheu o local das provas foi a contratada para realizar o certame, e disse não haver impeditivo jurídico nenhum para tal situação.

“É um debate surpreendente movido por interesses comerciais de um deputado que é proprietário de cursinho e que todo concurso público do Maranhão ele tenta tumultuar. Infelizmente é isto muito claramente”, disparou Dino. Segundo ele, o que aconteceu é que o Maranhão paga bem os policiais, e em dia, e a prova registrou 105 mil inscritos.

“Gera um problema de logística. E aí nós planejamos fazer em São Luís, Imperatriz e no leste. E multidões de candidatos de outros estados. Que quem conhece a Constituição, está no artigo 19, nós não podemos impedir que ninguém dispute concurso público. Assim como maranhenses fazem concursos em outros lugares. Então haviam multidões de candidatos do Piauí, do Ceará, de outros estados, o que é um sinal de que a gente paga bem e paga em dia”, comentou o governador.

Ele explicou que a empresa responsável pelo concurso tomou a decisão por uma questão logística que não é definição do governo.

“Eu acho que não precisa ser muito esclarecido para entender, no caso desses que criticam, que você contrata uma empresa. A decisão é deles. É do contratado. A empresa é quem decide. E qual o prejuízo que isso causa?. Aliás, quem é de Timon e de Caxias não é bom não? Fazer ali? Eu ainda não entendi. É surrealista. Porque todos os dias milhares de maranhenses atravessam o Rio Parnaíba fazer compra, consulta médica, assistir aula. E também acontece o oposto”, questionou Dino.

As declarações do governador acabam com toda a tentativa de espetacularização criada por Wellington do Curso. Mais uma!

2 Comnetários

  1. A não me venha com essa história o contante foi o governo ele sabe é tem o poder de falar onde será realizado a prova .
    E outra o concurso foi PM do Maranhão ,não sabia que Teresina Piauí era do Maranhão .
    Me compre bode .

    Essa máfia tem que sair sabemos que o governo está sem dinheiro no caixa .
    Fazendo concurso adoidado pra ganhar voto ,

    Olhe a jogada ele vai chamar alguns aprovados da PM, DETRAN,P.Civil aí irá em campanha prometer que se reeleito chamará todos .
    Cuidado fora pt e comunistas

Comments are closed.