Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Júnior Marreca vai ter que engolir Bolsonaro; TSE nega pedido de impugnação do PEN

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou pedido de impugnação contra o novo estatuto do PEN que impede, por exemplo, a coligação da legenda com partidos da “ultraesquerda” como o PCdoB. A ação havia sido protocolada pelo deputado federal, Júnior Marreca (PEN), vice-presidente nacional do partido e aliado do governador Flávio Dino (PCdoB).

A medida é uma das exigências do deputado federal e pré-candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, para se filiar ao PEN. A outra quer mudar o nome da sigla para Patriotas. Entretanto, outros membros demonstram descontentamento com a aloprada postura do presidenciável carioca.

Ontem (23) era aguarda sua filiação, porém, Bolsonaro apenas assinou documento marcando para dia 10 de março de 2018. O PEN deu um ultimato até 11 dezembro para Jair assinar sua ficha, caso contrário, outro nome será apresentado.

No Maranhão o engenheiro Ranyelle Ricardo, ex-presidente do Cavalo de Aço, tenta se viabilizar candidato ao governo do Maranhão, apoiado por Bolsonaro.

Para Júnior Marreca, resta aceitar a decisão da maioria do partido ou buscar novo abrigo político, o que ele já negou outras vezes.

Comantário

Comments are closed.