Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Justiça mantém prisão de cinco envolvidos na Operação Pegadores

Cinco envolvidos na Operação “Pegadores” tiveram a prisão prorrogada pela Justiça. A operação da Polícia Federal foi deflagrada na última quinta-feira (16) e investiga suposto esquema de desvios de recursos públicos da Secretaria de Saúde, através de pagamentos a empresas terceirizadas e folha complementar com funcionários fantasmas.  A estimativa é que o rombo aos cofres públicos chegue a R$ 18 milhões.

Antônio Aragão (IDAC), Ideide Lopes de Azevedo Silva, Luiz Marques Barbosa Junior, Mariano de Castro Silva e Rosângela Curado continuarão presos por determinação da juíza Paula Souza Moraes, da Primeira Vara da Justiça Federal do Maranhão.

No total foram cumpridos 16 mandados, hoje termina a temporária de outros dez, são eles: Antônio José Matos Nogueira, Chisleane Gomes Marques, Flávia Geórgia Borges Gomes, Marcus Eduardo Alves Batista, Miguel Marconi Duailibe Gomes, Osias de Oliveira Santos Filho, Paulo Guilherme Silva Curado, Waldeney Francisco Saraiva, Warlei Alves do Nascimento e Karina Mônica Braga Aguiar.

O direto do Instituto Cidadania e Natureza – ICN, Benedito Silva Carvalho, já havia sido liberado por questões de saúde.

A Justiça Federal também determinou o bloqueio e o sequestro dos bens dos investigados para que o dinheiro possa ser recuperado num total de R$ 90 milhões.