Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

O fim da época em que os leões do palácio oprimiam prefeitos

Houve um tempo no Maranhão em que os prefeitos que não se curvassem aos interesses do Palácio dos Leões estariam condenados à penúria e ao descaso total do estado. Desta forma, o clã Sarney se manteve no poder por quase meio século. Reféns de recursos, os gestores municipais eram levados pela chantagem à nau oligárquica.

Exatamente ao contrário da proposta adotada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) desde quando foi eleito.

Dino prometeu fazer um governo municipalista. De fato é o que acontece. Dois exemplos nos últimos dias são a prova dessa nova maneira de gestão, sem perseguições políticas. O convênio para repassar recursos ao Hospital Carmosinha Coutinho, de Caxias, onde o prefeito Fábio Gentil (PRB) é seu opositor e o apoio ao Socorrão da Imperatriz governada pelo peemedebista Assis Ramos (PMDB).

O tema foi tratado pelo comunista em seu artigo semanal. Tal postura trás benefícios políticos de forma indireta. Muitos prefeitos, antes opositores, estão sendo cativados pela atitude descentralizadora e fazem elogios públicos, como fez o próprio caxiense Gentil na semana passada.