Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Para desespero dos Sarney, Hospital de Traumatologia será entregue no próximo mês

Alvo de denúncias caluniosas por parte da oposição ao governo Flávio Dino (PCdoB), o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) do Maranhão será entregue no próximo mês à população. A unidade, que funcionará em São Luís, recebeu, nesta terça-feira (22), a visita dos deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Durante a visita, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) apresentou o plano de trabalho da nova unidade, que aumentará em 1300% o atendimento emergencial ortopédico na rede estadual, comparado ao ano de 2014, em São Luís.

O investimento do Governo reduzirá a fila de espera, que varia entre 2 e 8 anos, por cirurgias de média e alta complexidade. “Os deputados vieram constatar a aplicação dos recursos públicos na unidade, o que beneficiará diretamente os pacientes do Maranhão. Em 2014, o Hospital Geral fazia 30 cirurgias por mês. Na gestão de Flávio Dino, ampliamos para 80 o número de procedimentos. Já é mais que o dobro, mesmo assim, o nosso projeto é ousado. No HTO serão feitas 400 cirurgias por mês”, informou o secretário da SES, Carlos Lula.

Vistoria de deputados estaduais , acompanhados do secretário Carlos Lula

Autor da proposta da vistoria, o deputado Bira do Pindaré (PSB) conheceu a nova unidade e respondeu as acusações de deputados da oposição que criticavam a opção do governo em alugar um espaço para montagem do HTO. “Não passou de factóide. Nós estamos aqui para constatar a enorme vantagem do contrato do Estado com a clínica, principalmente pelos resultados que alcançaremos com essa unidade hospitalar. Para construir um prédio levaria anos e duas décadas para repor o investimento. O Governo economiza e oferta o serviço com rapidez”, afirmou.

Pelo visto, o primeiro atendimento será em forma de mutirão pela dor de “cotovelo da sarneyzada” por mais essa conquista do governador Flávio Dino.

 

3 Comnetários

  1. A entrega e a funcionalidade do hospital agora, não quer dizer muita coisa. O que interessa é o que precedeu a inauguração que se anuncia. Todo ato administrativo tem que ser motivado.

Comments are closed.