Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Operação Draga: Empresas no Porto do Itaqui foram contratadas durante o governo Roseana Sarney

Em nota divulgada em seu site, a EMAP explicou que as empresas investigadas pela Polícia Federal durante a Operação Draga, deflagrada nesta quarta-feira (12), foram licitadas e contratadas no governo Roseana Sarney.

Segundo a PF, houve fraudes na na licitação, execução e fiscalização da obra de dragagem de aprofundamento do P-100 ao P-104 do Porto de Itaqui em São Luís/MA.

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão (MBA) nas cidades de São Luís/MA, São José dos Campos/SP e Rio de Janeiro/RJ, expedidos pela Justiça Estadual – Central de Inquéritos e Custódia da Comarca da Ilha de São Luís/MA.

A operação contou com a participação de cerca de 40 policiais federais

Veja a nota na integra

AEmpresa Maranhense de Administração Portuária – informa que na manhã desta quarta-feira, 12 de julho de 2017, houve o cumprimento de um Mandado de Busca e Apreensão, referente ao processo de dragagem realizado pela empresa Jan De Nul do Brasil e serviço de batimetria realizado pela empresa Fotogeo, ambos licitados em 2014, ainda na gestão passada, e executados no começo de 2015.

A decisão judicial refere-se a fatos que remontam ao ano de 2009, ainda em debate administrativo no âmbito do Governo Federal.

Os serviços foram concluídos e a batimetria foi homologada pela Marinha do Brasil. A EMAP colabora com toda e qualquer investigação, reafirmando o compromisso da atual gestão com a transparência e probidade.