Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Presidente do PT no Maranhão não engoliu articulação de Roseana a favor do impeachment

A expressão “Até tu Brutus” existe a mais de dois mil anos e tem origem em uma famosa história da idade antiga, quando o imperador romano Júlio César foi vítima de uma conspiração para tirá-lo do cargo. Entre eles estava o seu filho adotivo Marcus Brutus. Essa história exemplifica a cara de espanto que o presidente do PT, Raimundo Monteiro, fez ao descobrir que a ex-governadora Roseana Sarney estava articulando junto ao PMDB para aprovar o impeachment de Dilma na Câmara Federal.

Em entrevista ao Programa Ponto e Vírgula da Rádio Difusora, Monteiro lamentou profundamente a decisão de Roseana, ele não usou a palavra “traição”, mas deixou claro a sua insatisfação depois de tudo que Lula e Dilma fizeram pela família Sarney no Maranhão e o próprio PT.

O PT caiu no colo de Roseana ainda em 2002, quando ela se elegeu senadora e virou líder do governo Lula no Senado, quatro anos depois novamente a sigla estava na campanha de Roseana. Como ela perdeu, Lula tratou de ajudar Sarney na cassação de Jackson Lago.

Em 2010, uma votação interna dentro da executiva estadual do partido decidiu por maioria apoiar a candidatura de Flávio Dino, mas o próprio Monteiro conseguiu anular essa votação na executiva nacional e aprovar a coligação com o PMDB de Roseana. Monteiro, inclusive, foi assessor especial do vice-governador Washington Luís.

Toda a entrega do partido dos trabalhadores ao grupo Sarney fez a própria legenda perder nomes importantes, como o deputado Bira do Pindaré que foi para o PSB e o ex-deputado federal Domingos Dutra agora no PCdoB, que não tiveram outra saída, tamanho o compromisso da sigla.

Agora Raimundo Monteiro tenta recolher os cacos que sobraram do PT, para reorganizar o partido, depois do turbilhão que virou a legenda com o processo do impeachment.  A ideia de lançar o deputado estadual Zé Inácio, como pré-candidato a prefeito de São Luís, até surgiu entre os petistas mais apaixonados e aqueles que estão sumidos da mídia, mas não deve prosperar. Pelo tempo de TV, o partido ainda tentar garantir ao menos a vice em alguma chapa, mas o foco total é na defesa do mandato da presidente Dilma.

Comantário

  1. Roseana deve o que ao PT? Um partido que dentro do Maranhão não tem expressão nenhuma, deveria era agradecer a governadora a votação que ela deu a Dilma. Monteiro não tem que falar em ingratidão, pois ele mesmo, junto com Rodrigo, Fernando e macaxeira, que hoje é conselheiro do estado graças a Roseana, negociaram tudo quanto foi cargo, inclusive o da educação, onde Anselmo Raposo, quando secretário, meteu a mão no jarro. Traição foi de Dilma que apoio Flávio Dilma por debaixo dos panos.

Comments are closed.