Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Porto confirma permanência no PPS e Eliziane Gama adota o silêncio

Net_Pastor_Porto_20130818

Quem sabe as duas maiores dúvidas, deste sábado passado (02), de prazo final de filiação para os candidatos que desejam concorrer às eleições, a deputada federal Eliziane Gama e o vice-prefeito de Imperatriz Pastor Porto acabaram sendo discretos em suas decisões depois de tantas especulações.

Pastor Porto confirmou que se mantém no PPS e deseja ser candidato a prefeito de Imperatriz, nos últimos dias, com a volta de Eliziane ao partido, foi especulado que ele poderia deixar a legenda. A convivência entre os dois é praticamente nula. Porto perdeu a paciência com a deputada depois que ela faltou a dois eventos do partido em Imperatriz. O primeiro, um encontro com lideranças de 20 municípios e o outro uma visita oficial do vice-governador Carlos Brandão, ambos tinham como objetivo divulgar o nome de Porto como pré-candidato a prefeito da cidade.

Não só ele, mas membros reclamam da forma “desleixada” que a “irmã” trata o PPS estadual.

Até o último momento Pastor Porto estava decidido a deixar o PPS, a decisão pela permanência foi tomada minutos antes do prazo final de filiação. Para amigos e companheiros quando perguntando se continuaria na legenda a reposta era fria, “sim continuo”.

Eliziane Gama desde que anunciou a saída da REDE, a não filiação ao PSB e a possibilidade de fazer o caminho de volta para casa, se manteve calada.  Até agora não houve confirmação, mas se sabe que ela retornará ao PPS depois de uma experiência frustrada no partido de Marina Silva. O silêncio reina entre os correligionários, ninguém dá informação, mas o certo é que a sigla entra no ano eleitoral com uma rusga difícil de ser curada.