Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Roseana Sarney volta à cena ao lado de mandante de assassinato

roseana21
Roseana e o empresário Pedro Teles, condenado a 21 anos de prisão por assassinato em Barra do Corda (Imagem: Gildásio Filho)

Roseana Sarney voltou ao cenário político local. Após uma temporada de quatro meses escondida nos Estados Unidos da América, ela retornou ao Brasil para prestar esclarecimentos à Polícia Federal no inquérito da Operação Lava Jato.

Alvo de investigação no Supremo Tribunal Federal (STF), a ex-governadora tenta aos poucos retomar as atividades políticas no estado, enclausurada na mansão do Calhau.

Nesta semana, Roseana abriu as portas de sua residência para o empresário Pedro Teles, irmão do deputado estadual Rigo Teles.

Um dos suspeitos da execução do jornalista Décio Sá, Teles foi condenado a 21 anos de prisão no ano passado, acusado de encomendar a morte do trabalhador rural Miguel Pereira Araújo.

Já a filha de José Sarney é apontada como uma das beneficiadas com a propina desviada dos cofres da Petrobras. De acordo com o delator Paulo Roberto Costa, ex-diretor da estatal, a peemedebista teria recebido R$ 2 milhões na campanha eleitoral de 2010.

Ela também é acusada pelo doleiro Alberto Yousseff de ter cobrado suborno de R$ 10 milhões para autorizar o pagamento do precatório de R$ 122 milhões à UTC/Constran, do empresário Ricardo Pessoa, líder do “Clube do Bilhão”.

4 Comnetários

  1. Ai são todos da mesma laia essa rosengana não tem mas prestígio com nada o moral dela acabou Deus ver tudo quando se faz algo de errado agente paga é na terra mesmo p todo mundo ver…

Comments are closed.