Publicidade  Prefeitura de São Luis

O que o doleiro Youssef negociava com o governo Roseana Sarney?

Lobão, Roseana e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que foi preso por receber propina do doleiro Youssef.
Lobão, Roseana e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que foi preso por receber propina do doleiro Youssef.

É de se estranhar que o doleiro Alberto Youssef tenha sido preso em São Luís e no hotel Luzeiros, na Ponta d’Areia. É de se estranhar mais ainda que ele tenha envolvimento direto com o pagamento de R$ 110 milhões a uma empresa pelo Governo do Estado.

O doleiro responsável por uma grande encrenca nacional e que está sendo investigado pela Polícia Federal tem, segundo divulga a imprensa de todo o Brasil, relações com políticos de todo o país. E chama a atenção que a prisão dele tenha acontecido logo em São Luís.

Uma pista pode ser o pagamento do precatório da empresa Constran, que tem dívida a ser paga pelo Governo do Estado desde a década de 80 e que Roseana resolveu pagar apenas em novembro de 2013.

A empresa que, segundo a revista Época, tem ligação com o doleiro já recebeu dos cofres maranhenses quase R$ 20 milhões.

Youssef, preso no hotel Luzeiros, negociava com governo Roseana Sarney, segundo Época.
Youssef, preso no hotel Luzeiros, negociava com governo Roseana Sarney, segundo Época.

“ÉPOCA teve acesso a um e-mail interceptado pela Polícia Federal que mostra envolvimento de Alberto Youssef na negociação,” disse a revista.

Enquanto as investigações avançam, fica no Maranhão a dúvida: afinal, o que o doleiro Alberto Youssef fazia no Maranhão quando foi preso?

P.S: O hotel Luzeiros serviu, por muito tempo, como QG do secretário de Saúde e Segurança do Maranhão, Ricardo Murad. No local, ele despachava diariamente, todas as manhas. Mas, depois da prisão de Yousseff, o cunhado de Roseana nunca mais pisou no local, talvez para não dar na vista ou ser relacionado com as operações bilionárias  e ilícitas do doleiro.

Comments are closed.