Publicidade  Prefeitura de São Luis

CGU aponta farra de combustíveis na gestão de Luis Fernando em Ribamar

moto

Maranhão da Gente

O Relatório de Fiscalização da Controladoria-Geral da União (CGU) que apontou 32 irregularidades na gestão de Luís Fernando Silva (PMDB), durante sua passagem pela Prefeitura de São José de Ribamar, traz várias situações pitorescas. Entre elas a de uma moto que rodou, em apenas nove dias, 10.932 quilômetros, o equivalente a 1/4 do necessário para dar uma volta em redor da terra.

Os fiscais da CGU encontraram a disparidade durante a análise nas Notas Fiscais de fornecimento de combustíveis para manutenção de programas de saúde, com recursos oriundos de um convênio com o governo federal com valor de R$ 2, 6 milhões. A fiscalização constatou ainda abastecimento veículos que não estavam na relação de carros e motos à disposição da Secretaria Municipal de Saúde.

“Verificamos ainda que nos cupons apresentados consta que a moto placa HPT 4019 rodou 10.932 km no período de 03.09.2007 a 12.09.2007. Verificamos ainda que no cupom nº12318 datado do dia 04.09.2007 (53.650km) a quilometragem é superior ao registrado no cupom nº 12221 de 12.09.2007 (43.318km). Esses fatos demonstram que não há controle na distribuição de combustível e possivelmente está havendo desvio de gasolina, pois é inconcebível uma moto rodar 10.332km em doze dias”, diz o relatório (veja imagem).

As irregularidades encontradas na gestão Luís Fernando Silva (2005-2010), pré-candidato ao governado do Estado apoiado pelo grupo Sarney, são alvo de uma ação do Ministério Público Federal por improbidade administrativa. O ex-prefeito também é investigado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por convênios assinados com o governo Roseana Sarney, pagos e não executados.

Comments are closed.