Publicidade  Prefeitura de São Luis

Notas rápidas

Palanque gospel

campanha1Ciente da inclinação do PSB de Eduardo Campos em apoiar Flávio Dino (PCdoB) para o governo do Estado, a deputada estadual Eliziane Gama (PPS) ofereceu palanque ao pastor Everaldo, pré-candidato do PSC à presidência da República, em encontro recente com o deputado federal Costa Ferreira.

“O PPS dará palanque ao pastor Everaldo no Maranhão”, garantiu a parlamentar ao aliado de Roseana Sarney (PMDB).

Dialogando I

Pré-candidato ao governo do Maranhão, o presidente da Embratur, Flávio Dino, inicia viagens pelo estado no próximo sábado (01). A primeira cidade a receber a visita do principal opositor da governadora Roseana Sarney será Codó.

Dialogando II

Dino já pediu o desligamento da Embratur para a presidente Dilma Rousseff (PT). Ele deve deixar o órgão em fevereiro para se dedicar a campanha.

A estratégia, por enquanto, é ressaltar os números recordes do turismo do último ano e manter distância da polêmica envolvendo a violência no presídio de Pedrinhas (Poder Online).

Fogo Amigo

Luís Fernando Silva (PMDB) que se cuide. Como se não bastasse todos os percalços enfrentados pelo pré-candidato do grupo Sarney, ele ainda é vítima dos próprios aliados, que se colocaram a disposição para ajudar a esvaziar o discurso de ‘competente’ secretário de Roseana.

Fogo amigo II

Um desses ‘aliados’, depois de sabotar eventos e comandar vaias contra o Picolé de Chuchu dentro de São José de Ribamar, agora tem procurado a imprensa com dossiês debaixo do braço, com informações certeiras para implodir de vez a candidatura de Luís Fernando.

Mudança no ar

Informações dão conta que a Rede Record pode mudar, nos próximos meses, de retransmissora no estado. Insatisfeita com a falta de estrutura da TV Cidade, a Igreja Universal do Reino de Deus cogita entregar o sinal de sua emissora para a TV Guará.

As negociações ainda estão em curso…

Na mira da justiça

De acordo com reportagem publicada hoje no jornal O Imparcial, o pré-candidato do PSOL ao governo do Maranhão, Luis Pedrosa, pode enfrentar a justiça por ter relacionado os adversários a esquemas de agiotagem.

Para o advogado Carlos Sergio, o integrante da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA pode responder criminalmente pela acusação por calúnia e difamação.