Publicidade  Prefeitura de São Luis

Gastão Vieira é considerado o pior ministro do governo Dilma

governadora_gastao

Mônica Bêrgamo, com edição

Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e José Eduardo Cardozo (Justiça) são os ministros mais bem avaliados do governo Dilma Rousseff, segundo enquete entre empresários, presidentes de organizações, executivos e jornalistas. Os dois estão empatados com média 6,3 (numa escala de 0 a 10), seguidos de Marta Suplicy (Cultura) e Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência), ambos com 6,1.

Pelo mapeamento anual da GT Marketing e Comunicação, a avaliação piorou em relação ao governo Lula, quando os dez ministros mais bem avaliados tiveram médias acima de 6,5. Em 2010, entre os primeiros colocados estavam Guido Mantega (Fazenda), com 7,2, e Dilma Rousseff (Casa Civil), com 6,9.

Com Dilma na Presidência, 13 ministérios foram avaliados abaixo de 5, de acordo com o levantamento feito em dezembro. Entre as notas vermelhas, estão Fazenda (4,9), Planejamento (4,8) e Turismo (4,1).

A enquete ouviu 560 formadores de opinião. “As notas foram muito baixas. As 15 melhores médias estão entre 6,3 e 5,6, bem abaixo do regular”, diz o consultor em marketing político Gaudêncio Torquato, da GT. O juízo severo é creditado ao perfil dos entrevistados. “É um público mais crítico e que acompanha a dinâmica governamental.”