Publicidade  Prefeitura de São Luis

Turismo internacional cresce 20% durante gestão de Flávio Dino

Flavio dinoApós o início da atuação de Flávio Dino no comando da Embratur, o turismo internacional no Brasil bateu novo recorde histórico, segundo dados do Ministério do Turismo. Com 5,7 milhões de estrangeiros, o Brasil teve um crescimento de 4,5% em 2012 em comparação a 2011, superando em 20% o resultado mundial.

O órgão presidido por Flávio Dino é responsável pela promoção da entrada de turistas estrangeiros em todo o Brasil e tem superado as metas estabelecidas para a nova gestão. O último resultado superou a média mundial divulgada pela OMT (Organização Mundial de Turismo), que foi de 3,8%.

“Este resultado mostra que o governo da presidenta Dilma caminha na direção certa da preparação dos megaeventos, garantindo uma boa imagem do país no exterior, mesmo antes que eles aconteçam”, avalia Dino. “É isso que temos mostrado para o mundo inteiro em ações e promoções nos eventos realizados com a participação da Embratur,” disse.

O êxito nas ações de promoção turística do Brasil no exterior acontecem mesmo antes dos grandes eventos internacionais que o Brasil será sede. Neste momento, o país se prepara para receber a Jornada Mundial da Juventude (2013), Copa das Confederações (2013), Copa do Mundo (2014) e Jogos Olímpicos (2016) e as ações da Embratur preparam o turista para os megaeventos.

Gestão e resultados

As ações da Embratur surtem efeito: o Brasil obteve, este ano, um dos melhores resultados na ampliação da entrada de turistas do mundo. O aumento do fluxo de entrada de estrangeiros no país foi maior que o da França, Espanha, Itália, Turquia e México, que são importantes destinos turísticos no mundo. O resultado do Brasil foi superior à média mundial (3,8%) e aos das Américas (3,7%), América do Sul (4,2%) e países emergentes (4,1%).

“Graças ao empenho do trade turístico, do governo federal como um todo, que tem atuado na melhora de serviços, e também às inovações na promoção internacional promovidas por toda a equipe da Embratur, conseguimos um resultado que, certamente, nos coloca no rumo dos seis milhões de turistas este ano”, avalia o presidente da Embratur, Flávio Dino.

Os países da América do Sul foram os que mais contribuíram para esse resultado (2,8 milhões de turistas), 7,4% a mais que em 2011. Entre eles, a Argentina, principal emissor para o Brasil, aumentou sua participação em 4,9%. O Chile passou a ocupar a 5ª posição no ranking de países emissores, com crescimento de quase 25% em relação a 2010.

Os Estados Unidos continuam como segundo principal mercado emissor de turistas para o Brasil. A participação do continente europeu no número de turistas foi cerca de 30% do total (1,65 milhão de turistas), 1,9% a mais que no ano anterior. Entre eles, a Alemanha passou a ser o 3º país emissor, seguido de Itália e França, nas 7ª e 8ª posições, respectivamente.

O número de chegadas cresceu em todos países componentes dos BRICS. Destaque especial para a China, que passou em 2012 a integrar o grupo dos 20 maiores países emissores de turistas para o Brasil e registrou um aumento significativo com relação a 2011, cerca de 18%. O número de turistas residentes na Rússia aumentou 12,5% em 2012.

Portal Vermelho