Publicidade  Prefeitura de São Luis

Greve de professores continua no MA

ce30a7b63d1268a0b8f48de9bf7afd90_LSistema Difusora

A paralisação nacional professores da rede estadual de três dias, começando a partir da próxima terça-feira (23), está confirmada. Passado esse período, imediatamente será dado início a uma greve por tempo indeterminado dos professores da rede estadual de ensino, no Maranhão.

Em todo o país, a categoria exige a aprovação do plano de educação, que entre outros itens defende um reajuste do piso salarial em torno de 22%. No Maranhão, os professores aguardam pela aprovação do Estatuto do Educador, que destinaria 10% do Produto Interno Bruto (PIB), para o setor, assim também como os 100% dos royalties do petróleo.

Em Açailândia servidores municipais, mantem a greve iniciada na semana passada. Em Imperatriz professores também continuam com os braços cruzados. Além dessas cidades, a situação é crítica em municípios como Olinda Nova que só tem uma escola em funcionamento e Morros, que possui duas escolas completamente abandonadas. Denuncias dão conta de que em Icatu o ano letivo ainda nem começou. Já em Raposa, seis turmas do 1º ano ainda não tiveram o retorno das aulas.