Reforma da Previdência: Othelino defende setores mais frágeis da sociedade - Marrapá

Destaque

Reforma da Previdência: Othelino defende setores mais frágeis da sociedade

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), ao abrir a audiência pública realizada na manhã desta segunda-feira (10), para debater a proposta de Reforma da Previdência, disse que é imprescindível proteger os setores mais frágeis da sociedade.

Ele reforçou ser contra os pontos que prejudicam os trabalhadores rurais e dos que recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC). Othelino também defendeu a manutenção da Previdência na Constituição e o abono PIS-Pasep.

Para o presidente, esse é um tema que a Assembleia tem debatido bastante, embora seja de competência do Congresso Nacional decidir sobre.

“O que está nos preocupando são os pontos negativos da proposta de Reforma. Temos conversado bastante com a nossa bancada federal, levando essas preocupações. Temos a grata preocupação em ver que a bancada é sensível e atuante, para que os setores mais sensíveis não sejam prejudicados”, afirmou Othelino.

Othelino Neto alertou para os impactos negativos da proposta, tais como a capitalização e a desconstitualização da Previdência. “São os pontos que mais chamam a atenção. O Congresso tem maturidade para discutir e, principalmente, fazer a reforma que o Brasil precisa, mas sem destruir a Previdência e retirar dela o caráter social”, enfatizou.

Disse, ainda, que a reforma é importante e necessária para o Brasil e para o Maranhão, mas não pode ser destruída.