Ranyelle Ricardo foi acusado de agredir a própria mãe - Marrapá

Destaque

Ranyelle Ricardo foi acusado de agredir a própria mãe

O engenheiro de Imperatriz, Ranyelle Ricardo, que tenta ingressar na política local difamando e maculando a imagem do governo do Estado, sobretudo do secretário Clayton Noleto, tem em sua vasta ficha corrida a acusação de agredir a própria mãe.

Pregando moralismo e correção nas redes sociais, ele já foi alvo de processo na Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, na Comarca de Imperatriz.

O pedido era de medida protetiva de urgência em favor da sua mãe, que supostamente havia sido violentada com base nas relações de gênero, prevalecendo-se o agressor, para tanto, das relações domésticas, familiares e de coabitação, conduta reprimida na Lei 11.340/16, a Lei Maria da Penha.

Apesar da decisão da juíza de julgar improcedente o pedido de medida protetiva, ela foi bem clara ao afirmar que “será considerado fato novo ensejador de outro processo cautelar de medidas protetivas de urgência, bem como assim de eventual processo criminal em detrimento do representado”.

O documento do fato ocorrido em agosto de 2017 foi distribuído em grupos de WhatsApp pelo próprio Ranyelle Ricardo. O estranho é que ele disse ser vizinho da mãe, mas não fala com ela.

O que será que fez um filho deixar de falar com a mãe? Será que tem relação com o pedido de medida protetiva?

Com a palavra, Ranyelle Ricardo…