Quadrilhas de assalto a banco desafiam Jefferson Portela em São Luís - Marrapá

No Banner to display


Destaque

Quadrilhas de assalto a banco desafiam Jefferson Portela em São Luís

Enquanto o secretário de Segurança Jefferson Portela (PCdoB) bate boca com bandido e as viaturas da PMs guardam barracas de cachorro quente, pizzarias e postos de gasolina, as quadrilhas de assaltantes de banco agem à vontade em São Luís.

Na madrugada desta quarta-feira, mais uma agência do Banco do Brasil foi destruída. Bandidos explodiram a agência do João Paulo, uma das mais antigas da capital.

É o quinto ataque a agências do BB ocorrido neste ano. Antes foram explodidos os prédios do Calhau, Anil e Alemanha, além dos caixas localizados na AABB.

O Banco do Brasil é o principal agente pagador da cidade, com as contas de aposentados do INSS, do Governo do Estado, Câmara Municipal, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça e Prefeitura de São Luís.

A cada banco explodido, milhares de idosos, servidores públicos, deficientes e clientes são expostos a riscos, obrigados a se deslocarem em procissão para outras localidades, uma vez que as agências atacadas foram fechadas ou estão funcionando precariamente.

A insegurança é tanta que entre os funcionários do BB já há quem aposte que os próximos alvos da quadrilha serão as agências da Cohama e do Cohatrac.

O serviço de inteligência do Maranhão já foi mais eficiente, antecipando-se e prendendo quadrilhas que planejavam assaltos a bancos.

7 Comnetários

  1. Estão aproveitando a falência da policia investigativa do estado. A PCMA sem efetivo e condições de trabalho não conseguem realizar um trabalho de inteligência que iniba atos como esses. Lámentavel!!!

    1. Aproveita a situação e cobra segurança privada para essas empresas que lucram milhões de idosos, servidores públicos, deficientes e clientes, ou cobra dos políticos pra tirarem as viaturas dos bairros e coloquem nas portas dos bancos para protegerem um patrimônio privado

      1. Valeu! O lucro de um banco desse, além de vários incentivos do governo, e ainda querem mamar do Estado para sua segurança. Desse jeito falta para nós, pequenos e desprotegidos.

  2. é triste ver todos os dias acontecer isso na cidade, fui ao banco bradesco na cohab, fiquei assustado, dentro do banco virou dormitório de pelegrino, nossa cidade tá jogada as traças…..

  3. Além disso, fica o questionamento, POR QUÊ OS SERVIDORES ATIVOS, INATIVOS E PENSIONISTAS DO ESTADO SÃO OBRIGADOS A TER RELAÇÃO BANCÁRIA COM O BANCO DO BRASIL simplesmente por o Estado do Maranhão “vender a folha de pagamento” ao pior dos bancos ???

  4. Interessante enquanto o delegado Bardal estava a frente da SEIC nunca nunca houve explosão de caixa eletrônico na ilha de São Luís.
    Eita secretário fraco.

  5. Para este secretário e o governador segurança pública se faz apenas com PM abandonou a polícia investigativa 05 anos trabalhando sem estrutura sem efetivo sem valorização profissional tá aí o retrato do abandono da polícia civil

Comments are closed.