Parlamentares reconhecem importância do IEMA - Marrapá

Parlamentares reconhecem importância do IEMA

OPA

O deputado estadual Fábio Macedo destacou em seu discurso nesta quinta-feira (18), na Assembleia Legislativa, a importância da implantação do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), em 23 municípios.  O objetivo é erguer todos os Institutos até 2018, oferecendo à sociedade estrutura para o Ensino, Pesquisa e Extensão respeitando as necessidades de cada localidade.

“Através do Iema será ampliada a oferta de educação profissional técnica de nível médio no Maranhão. A Educação é o meio pelo qual poderemos desenvolver o nosso Estado, dando aos nossos jovens qualificação e oportunidade de emprego e renda”, disse o deputado pedetista.

Macedo ainda frisou a instalação de uma unidade do Iema em Dom Pedro e agradeceu ao governador Flávio Dino por contemplar a região com investimentos em educação. “Dom Pedro fica em uma região de franca expansão, onde temos o Gás Natural em Santo Antônio dos Lopes, que é cidade vizinha, e a descoberta recente do gás em Lima Campos que também fica próxima. O Iema vai oportunizar aos nossos jovens educação técnica e qualificação profissional para que busquem um futuro promissor e contribuam com o desenvolvimento do Estado” finalizou Fábio.

Em aparte, o deputado Eduardo Braide ressaltou que a iniciativa é uma forma do Governo, através do seu programa na educação, valorizar principalmente os adolescentes. “Tenho certeza de que irá contribuir muito para que a gente melhore a questão do conhecimento em nosso Estado e dar novas oportunidades e novos horizontes para a juventude do Maranhão”, completou Braide.

Além dos cursos técnicos, o Iema também terá outros programas como o Projeto Pré-Universitário (PreUni), que deve preparar pelo menos 11.020 estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio utilizando 184 pontos de acesso; e a Formação Inicial e Continuada (FIC), que disponibiliza cursos profissionalizantes de forma presencial e à distância.

Comments are closed.