O símbolo da politicagem no Cajueiro - Marrapá

Destaque

O símbolo da politicagem no Cajueiro

Ontem, o blog fez uma postagem sobre a politicagem em torno da decisão judicial de reintegração de posse na comunidade do Cajueiro. Hoje, coordenando os protestos em frente ao Palácio dos Leões, estava o deputado estadual Wellington do Curso.

Desde às 6h, o parlamentar está em frente a sede do Executivo Estadual insuflando supostos moradores com palavras contra o governo do Estado. Ele e mais dois assessores conversam com todos e coordenam as falas, a distribuição do lanche e até dança indígena.

Um grande café da manhã foi montado para os manifestantes. Quem conhece diz se tratar de pessoas de comunidades próximas ao Cajueiro, como Andiroba e Prainha. Até um venezuelano foi visto no meio do protesto.

As 21 casas alvos de reintegração de posse – os coordenadores do protesto falam em 180 – já foram indenizadas pela empresa que se instalará no local, um porto privado. Talvez por isso na manifestação não existe morador do Cajueiro.

Fala-se até em um morador da Península que teria um terreno no Cajueiro e queria R$ 2 milhões de indenização.

São essas as pessoas que estão protestando em frente ao Palácio dos Leões.