O milagre do cadeirante da Mirante - Marrapá

Geral

O milagre do cadeirante da Mirante

cadeirantemp4_853x480

Cunha Santos

Esse foi um milagre, em plena Semana Santa, que nem a Igreja Universal do Reino de Deus conseguiu. A TV Mirante fez a obra. Um paraplégico, quem sabe candidato a tetraplégico e, segundo sua acompanhante também vítima de AVC, propositadamente vestido de camisa listrada muito colorida, deixou o repórter falando sozinho e saiu andando. Andando é modo de dizer. Pelas imagens, o cara estava mesmo era fugindo. Quem sabe por medo de ser preso ao participar de tamanha empulhação.

Uma humilhação sem precedentes para o jornalismo maranhense. O objetivo era atingir o prefeito de São Luís, querendo passar para a população a idéia de que os 330 ônibus novos colocados em circulação do ano passado para cá de nada adiantam e em nada contribuem para a melhoria do trânsito em São Luís.

O repentino Teste de Cooper do apressado cadeirante encheu a internet, ganhou de tudo nas redes sociais. Já tem até gente querendo inscrever o rapaz nas Olimpíadas. Naquela corrida de 100 metros rasos. Acham que ele venceria Jesse Owens fácil, fácil. Outros estão vendo nele o primeiro substituto à altura do campeão brasileiro João do Pulo.

Mas impagável mesmo, mais do que a presença em qualquer Olimpíada, foi a cara do repórter tentando segurar o “paraplégico” na cadeira de rodas e gaguejando na tentativa de justificar a doença mental de seus chefes. Pensem só a que tipo de jornalismo nós fomos submetidos nesse tempo todo!

Pior é que a polícia pode desconfiar que o cadeirante da Mirante roubou aquela cadeira e saiu correndo deixando o verdadeiro paraplégico sem meio de locomoção.

Pelo amor de Deus, senhores, tudo tem limites.

Comments are closed.