Jerry: Eduardo Bolsonaro tem que responder pela bravata autoritária - Marrapá

Destaque

Jerry: Eduardo Bolsonaro tem que responder pela bravata autoritária

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) defendeu, pelas redes sociais, na manhã desta sexta-feira (1º), que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) não é verdadeiro no pedido de desculpas, feito após a grande repercussão da declaração em que assume a intenção de instituir um “novo AI-5”, e por consequência o fechamento do Congresso Nacional. Para ele, Eduardo precisa responder pelo que Márcio Jerry chamou de “bravura autoritária”.

“O pusilânime deputado Eduardo Bolsonaro apela a um pedido de desculpas fake como tentativa de evitar punição pela pregação criminosa de volta à ditadura. Não cola! Tem que responder pela bravata autoritária”, publicou Márcio Jerry, que ao qualificar o deputado como pusilânime – no Dicionário, definido como “indivíduo fraco de decisão; covarde; medroso” – evoca as reiterados vezes em que, assim como o pai, o presidente da República, Jair Bolsonaro, faz declarações e, diante da repercussão negativa nacional e internacional, desmente ou se desculpa.

Em outra publicação, o parlamentar maranhense destaca o perigo que representa ao país, ser conduzido pela família Bolsonaro. “A família Bolsonaro é uma organização para além da política, isso já se viu sobejamente. Tem amizades, vínculos com perigosos foras da lei. E eles próprios são afeitos a ilegalidades. É gente assim que está desastradamente no comando da República”, disse.

Punição

Márcio Jerry já adiantou que o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, do qual faz parte, vai acionar Eduardo Bolsonaro pela gravidade da declaração que foi dada.

Além disso, está em tramitação, na Câmara Federal, o Projeto de Lei 1798/2019, de autoria de Jerry, que pode punir Eduardo Bolsonaro pelo defensa de um “novo AI-5”, já que a proposta do parlamentar do PCdoB visa criminalizar a apologia ao retorno da ditadura militar, tortura ou a pregação de rupturas institucionais. O projeto prevê como pena detenção, de três a seis meses, ou multa.

Comantário

  1. Leandro Miranda, quanto é que eu tu ganhas desse boçal, imbecil, idiota, estupido e corrupto do Marcio “rato” Jerry para ficar noticiando as merdas dele?
    Lamentável a postura de um jornalista (se é que podemos te considerar um)

Comments are closed.