Governo Dilma desperdiça dinheiro em São José de Ribamar - Marrapá

Geral

Governo Dilma desperdiça dinheiro em São José de Ribamar

Blog do Henrique Bois

 Unidade Básica de Saúde e UPA são vizinhos no Parque Vitória

Unidade Básica de Saúde e UPA são vizinhos no Parque Vitória

A prefeitura de São José de Ribamar e o Ministério da Saúde caminham na contramão do ajuste nas contas que a presidente Dilma Rousseff luta para implantar no governo federal. Com recursos do MS, a prefeitura do município da região metropolitana de São Luís (MA) constrói uma Unidade Básica de Saúde a menos de 50 metros da Unidade de Pronto Atendimento, UPA, no bairro Parque Vitória, no limite entre os dois municípios da ilha.

O valor da obra, prevista para ser concluída no prazo de 180 dias, é de R$ 558.270, 13. Sem obedecer as leis de segurança de trabalho, operários com fardamento da prefeitura de São José de Ribamar tocam a obra de maneira amadora, mas veloz.

Historicamente a parceria entre Governo Federal e a prefeitura de São José de Ribamar tem malogrado e contribuído para o desperdício do dinheiro público. A menos de cem metros da  Unidade Básica de Saúde, o que seria uma das primeiras praças da Juventude construídas pelo Ministério dos Esportes no Maranhão é outros exemplo de dinheiro mal empregado.

Praça da Juventude custou R$ 1,4 milhões ao contribuinte
Praça da Juventude custou R$ 1,4 milhões ao contribuinte

A obra praticamente não saiu do papel. Com quadra poliesportiva coberta, quadra de vôley e pista de skate, a praça da Juventude é um arremedo de projeto. A improvisação é sem-vergonha. A construtora SETTE, com sede na avenida do Aeroporto, em Paço do Lumiar, foi contratada para realizar a obra iniciada em 2009. As placas do governo federal, prefeitura de São José de Ribamar e da Sette foram retiradas.

Em janeiro deste ano, o Ministério dos Esportes repassou mais uma parcela do convênio de R$ 315.022,50. O orçamento total da obra é de R$1.462.500,00. Deste valor, o governo federal transferiu para a prefeitura de São Luís R$ 1.358.370,00. A contrapartida da prefeitura é de R$ 100.000,00, segundo o Portal da Transparência, da Controladoria Geral da União.

O abandono da obra é evidente. Paralisações sucessivas contribuíram para sucatear o pouco realizado. Em um dos cantos da quadra da praça, um lava-jato improvisado e um posto de moto táxi tiram proveito do descaso com o recurso público. O dano ao erário é evidente.

Comments are closed.