Erros de Eduardo Braide impedem liberação de verba para o Aldenora Bello - Marrapá

Destaque

Erros de Eduardo Braide impedem liberação de verba para o Aldenora Bello

Desde que a crise no Hospital Aldenora Bello ganhou a mídia, o deputado federal Eduardo Braide (PMN) tem feito uma campanha para que a verba do Fundo Estadual de Combate ao Câncer, de autoria dele, seja liberada para a unidade de saúde.

O problema é que um erro do próprio Braide na formulação da lei tem impedido o repasse do fundo para o hospital. O deputado do PMN criou um Fundo para ações preventivas e não curativas, que é o problema que o Aldenora Bello enfrenta hoje.

Esses pontos foram destacados durante pronunciamento do deputado Yglésio na Assembleia Legislativa na tarde desta segunda-feira (07). Yglésio comentou também sobre a presença do Ministério Público no Conselho Consultivo do Fundo.

“A função do Ministério Público, enquanto função essencial de Justiça, é fazer a fiscalização da aplicação. Então se o Conselho é um Conselho de fundo, é um órgão executivo, o que que vai acontecer? Você tem o Ministério Público em um claro conflito. E isso tem gerado dificuldade porque o membro do Ministério Público acredita que não tenha que ser transferido o recurso do fundo para a instituição”, explicou Yglésio.

O deputado do PDT já apresentou a indicação para o Governo do Maranhão para a correção dos erros destacados. Como a iniciativa é do Poder Executivo, a assessoria jurídica do Palácio dos Leões está ajustando o texto para que não haja contestação judicial.

Eduardo Braide, que tanto reclama do fundo, na verdade é o grande responsável pelo impasse em relação à liberação da verba. Felizmente, Yglésio acabou por explicar a real situação do imbróglio.

2 Comnetários

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.