“Erros” de arbitragem prejudicam o Maranhão - Marrapá

No Banner to display


Destaque

“Erros” de arbitragem prejudicam o Maranhão

Dois pênaltis inexistentes marcados pela arbitragem contra o Maranhão influenciaram diretamente nos resultados das partidas contra o São José e o Imperatriz pelo Campeonato Maranhense.

Por conta dos sucessivos “erros”, o MAC perdeu seis pontos, suficientes para deixar o Bode Gregório fora do G4 – os quatro times melhores colocados que garantem vaga nas semifinais.

O primeiro “erro” cometido contra o Maranhão foi no dia 3 de fevereiro em jogo contra o São José, na cidade de Rosário. O árbitro Ronildo Alves dos Santos marcou pênalti, quando o goleiro Silva tocou apenas na bola em disputa de lance com atacante do São José. A partida estava empatada em 2 a 2 e bastou o São José fazer o gol para o juiz encerrar o jogo.

Na noite de sábado, 17, em Imperatriz, foi a vez do árbitro Mayron Frederico dos Reis Novais ver penalidade sobre o atacante Júnior Chicão. O atacante chega atrasado na bola e se joga sobre o zagueiro do Maranhão, quando este já está praticamente caído. O próprio Chicão bateu o pênalti e fez o gol da vitória do Cavalo de Aço.

As recorrentes penalidades deixaram indignados torcedores, dirigentes e atletas do MAC. A diretoria deve fazer reclamação oficialmente contra a arbitragem na FMF, nesta segunda. Recentemente, no estado da Paraíba foi investigado escândalo da manipulação de resultados no futebol. Como os ‘erros’ estão freqüentes não custa colocar barbas de molho por aqui.

Veja os lances: