Edivaldo Holanda enquadra dono do Curso Wellington - Marrapá

Geral

Edivaldo Holanda enquadra dono do Curso Wellington

1411222424-107348498noticiaDiz o ditado popular que quem fala o que quer ouve o que não quer. E foi justamente isso que aconteceu na sessão plenária desta terça-feira na Assembleia Legislativa do Maranhão.

O deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC) subiu a tribuna para destacar as conquistas da gestão do filho, Edivaldo Holanda Junior (PTC), nos dois anos à frente da Prefeitura de São Luís.

Obcecado pela disputa eleitoral do ano que vem, muito embora ainda nem tenha esquentado a poltrona de deputado estadual, o folclórico Wellington do Curso (PPS) se inscreveu no tempo dos blocos e desancou para cima da administração Holandinha, contestando os avanços enumerados pelo pai do prefeito.

“Já se passaram 2 anos e nada foi feito, e nada se anuncia. Acredito que, nos próximos 22 meses que faltam para a conclusão do mandato, eu creio que não será realizado. E coloco à disposição o meu mandato se o elevado da Forquilha for construído até o final do mandato do prefeito Edivaldo Holanda Júnior”, afirmou o dono do Curso.

“Lamento profundamente a confusão mental que está sendo produzida na cabeça do deputado Wellington. Ele não sabe nem a população de São Luís quantas pessoas são. São Luís, deputado, já tem mais de um milhão, não é quase. Agora vou citar à vossa excelência o pensamento de um grande pensador britânico chamado Thomas Fuller. Ele diz que, quando a paixão entra pela porta principal, a sensatez foge pela porta dos fundos. Está faltando em vossa excelência a sensatez de ver, porque está embriagado de uma candidatura futura que defende”, contra-atacou Holandão com o dedo em riste.

“O prefeito tem trabalhado sim e realizado uma obra importante nesta cidade e vai continuar trabalhando. Agora eu sei que vossa excelência se dói com isto. Vossa excelência fala da tribuna uma coisa, mas no coração tem outra. Não vai gostar de ver o governador Flávio Dino anunciando, nas próximas duas semanas, um gigantesco trabalho junto com o prefeito. Eu sei que isso vai magoar o senhor porque o seu foco está sendo uma eleição do ano que vem. Dá pena ver isto”, continuou o parlamentar.

Constrangido, Wellington deixou o plenário à francesa, com o pretexto de se desculpar com jornalistas pelas ofensas disparadas contra profissionais de imprensa na sessão da última terça-feira.

Comments are closed.