Dino critica banalização do nepotismo incentivada por Bolsonaro - Marrapá

Destaque

Dino critica banalização do nepotismo incentivada por Bolsonaro

O governador Flávio Dino usou as redes sociais para criticar o que ele classificou como banalização do nepotismo, que foi incentivada pelo presidente Bolsonaro depois da intenção de colocar o filho como embaixador dos Estados Unidos.

Ex-juiz federal, Dino lembru a luta que foi para aprovar no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em 2005, uma Resolução contra o nepotismo.

“Depois veio a Súmula Vinculante 13, do Supremo. Incrivelmente esse debate volta em 2019, com a tentativa de banalizar o nepotismo proibido pela Constituição”, disparou o governador.

Reportagem do Jornal O Globo, deste fim de semana, fez um levantamento que mostra que, desde 1991, quando Jair Bolsonaro assumiu seu primeiro mandato como deputado e deu início à trajetória da família na política, ele e seus três filhos, Flávio, Carlos e Eduardo, empregaram mais de uma centena de funcionários com parentesco ou relação familiar entre si.