Corrida pela prefeitura de São Luís vai deixando nomes para trás - Marrapá

Destaque

Corrida pela prefeitura de São Luís vai deixando nomes para trás

Comum na corrida eleitoral, muitos pré-candidatos até tentam emplacar seus nomes na disputa pela majoritária, mas acabam ficando para trás. A falta de partido que garanta uma candidatura, falta estrutura necessária e baixo rendimento nas pesquisas são alguns dos motivos que fazem alguns postulantes apenas comerem poeira pelo caminho.

O PSL pode ter sido o partido que mais deixou nomes pelo caminho. Entre os pré-candidatos estavam o paraquedista Allan Garcês, o ex-vereador Fábio Câmara, o juiz Roberto Veloso e o pastor Sílvio Antônio.

O nome do ex-deputado Victor Mendes chegou a ser testado pelo MDB. Astro de Ogum também tentou a indicação da legenda, mas não teve êxito.

Outros nomes como da deputada estadual Dr. Helena Duailibe e o vereador Ivaldo Rodrigues também não conseguiram seguir na pré-campanha.

Até as convenções outros pré-candidatos terão a mesma sorte, ou a falta dela.

2 Comnetários

  1. Rapaz, o PSL é o exemplo perfeito do termo ” casa dividida” que consta na bíblia, principalmente quando tem até pastor e juiz na disputa!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Na verdade, com o aproximar do prazo para o registro de candidatura o crivo só fica cada vez mais apertado. No final das contas, só teremos 3 ou 4 nomes fortes na campanha. O candidato do grupo do governador, terá bom desempenho quando a campanha começar de fato. Acho bem difícil um candidato da oposição levar a prefeitura de São Luis, mesmo se houver segundo turno.

Comments are closed.