Constrangimento: Adriano Sarney enquadra o ex-sarneyzista Rogério Porcão - Marrapá

Geral

Constrangimento: Adriano Sarney enquadra o ex-sarneyzista Rogério Porcão

Deputado-Adriano-Sarney-e1422983996436
Neto de Sarney enquadrou ex-apaniguado vira casaca.

Blog do John Cutrim, com edição do Marrapá

O deputado Adriano Sarney, neto do senador José Sarney, não se conteve ao ver o agora ex-sarneyzista Rogério Cafeteira, líder do governo, atacar a sua família e o grupo político o qual integrava. Rogério era um dos mais ávidos defensores da oligarquia e da candidatura de Lobão Filho, adversário de Flávio Dino.

Em discurso proferido na sessão desta terça-feira (3), Rogério Cafeteira afirmou que o governo Roseana Sarney tinha responsabilidade pelo fracasso da Refinaria Premium em Bacabeira. Adriano não tolerou a postura incoerente, tamanha falta de postura e a ausência de estatura ética e moral e tratou de enquadrar Cafeteira, colocando-o em seu devido lugar.

“Não posso ficar calado, ao ver citados o ex-senador José Sarney e a ex-governadora Roseana Sarney, ambos que estão aposentados da vida política e não estão aqui para se defender”, retrucou Adriano Sarney.

Até pouco tempo, Rogério Cafeteira e muitos outros sarneyzistas bem situados no atual governo viam Flávio Dino e o grupo de oposição como inimigos a serem combatidos e destruídos. Muitos foram perseguidos, prejudicados e muita das vezes humilhados pelo clã Sarney e membros do grupo oligárquico, do qual Rogério fazia parte até o dia 31 de janeiro de 2014. Bastou a família Sarney deixar o poder para que Rogério e muitos outros súditos da oligarquia deixassem a família Sarney e aderissem ao dinismo.

20150110_112942
Oposição promete transformar Rogério Cafeteira, líder do governo Flávio Dino na Assembleia, em torresmo.

Em resposta à fala dura de Adriano Sarney, Cafeteira ficou sem reação e, contido, se defendeu ao alegar que respeitava o clã e ainda mantinha relação cordial com os Sarneys.

“Eu não entendi a veemência do deputado Adriano Sarney porque eu não vejo de forma nenhuma ter desrespeitado a ele, ao avô dele, nem a tia dele, que, por sinal, mantenho relações cordiais e entre a minha família também, quando eu citei e só posso imaginar que seja por aí que o senador Cafeteira só disputou uma vez, uma vez uma eleição ao lado do governo, é porque na última vez e nesse mandato que se encerra, nós tivemos juntos, junto com a governadora, a ex-governadora Roseana Sarney, disputando o mandato de senador na coligação dela, e talvez o deputado não se recorde, mas nós éramos oposição ao governo, éramos oposição. De maneira nenhuma, deputado Adriano, e você jamais ouvirá da minha boca qualquer palavra de desrespeito a sua família porque tenho respeito por todos eles, e relações cordiais e espero mantê-las, assim como com Vossa Excelência. Não vi a questão em momento nenhum, saiu da minha boca a questão de oligarquia”, defendeu-se Cafeteira.

Comments are closed.