Carlos Lula rebate críticas de deputado com números de atendimento do HTO - Marrapá

Destaque

Carlos Lula rebate críticas de deputado com números de atendimento do HTO

No embate entre o deputado estadual César Pires e a Secretaria Estadual da Saúde, o parlamentar mira o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) e Centro de Hemodiálise São Luís. No caso, Pires acusa o Estado de realizar apenas 17 cirurgias mensais no HTO. Por seu lado, o secretário estadual da Saúde, Carlos Lula, dispara que a unidade soma quase 7 mil cirurgias em 2 anos.

O blog investigou e apurou que, como parte da rotina do Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão, hoje (2), a unidade tem 14 cirurgias programadas no mapa cirúrgico. Ontem, o deputado estadual César Pires atacou o Estado durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema). Afirmou que somente 15 das mais de 700 cirurgias mensais que prometeram são realizadas no HTO. Também disse que “Estão sacrificando a urgência e emergência na capital”. O deputado questionou, ainda, o funcionamento do Centro de Hemodiálise São Luís.

Em entrevista ao programa Bom dia Maranhão, da TV Difusora, nesta quarta-feira (2), o secretário estadual da Saúde, Carlos Lula, manifestou respeito pela oposição na Assembleia Legislativa do Maranhão e ressaltou que ela é necessária para o regime democrático. Também pontuou o funcionamento do Hospital de Ortopedia e Traumatologia do Maranhão e do Centro de Hemodiálise São Luís. O centro tem capacidade para 40 poltronas de diálise. A capacidade instalada de atendimento é de 240 pacientes.

“Temos 14 máquinas funcionando no Centro de Hemodiálise São Luís. Isto porque eu não tenho pacientes para abertura das outras máquinas. A medida que os pacientes forem transferidos dos hospitais que eles se encontram na ilha, eu vou abrir as outras. Contamos com todas as máquinas e profissionais no Centro de Hemodiálise”, disparou o Lula.

Em sua rede social, o secretário convidou os deputados da Assembleia Legislativa do Maranhão para uma visita de cortesia ao Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) e Centro de Hemodiálise São Luís.

Sobre o HTO, chama a atenção que, em agosto, o chefe da ortopedia do Socorrão 2, em São Luís, Antônio Carlos Ribeiro, declarou que o HTO tem contribuído muito com o Clementino Moura, o Socorrão 2. “Nos últimos 10 meses, houve uma redução do nosso tempo de internação hospitalar. O HTO dá um apoio grande, recebe os pacientes regulados e isso contribui para o andamento do serviço de ortopedia do hospital de urgência”.

O Hospital de Traumatologia e Ortopedia é o primeiro do Maranhão aplicado exclusivamente à especialidade. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, outras 12 unidades apresentam, ainda, capacidade técnica de realizar atendimento em ortopedia e traumas. São eles: os hospitais regionais de Caxias, Presidente Dutra, Coroatá, Pinheiro, Santa Inês, Bacabal, Imperatriz, Peritoró, Chapadinha, Grajaú, além do Hospital de Câncer do Maranhão (ortopedia em oncologia) e o Hospital Dr. Carlos Macieira (neurocirurgia da coluna).