“Bolsonaro não pode continuar no cargo”, dizem Márcio Jerry e Weverton - Marrapá

Destaque

“Bolsonaro não pode continuar no cargo”, dizem Márcio Jerry e Weverton

Reunidos virtualmente na noite desta sexta-feira (15), o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) e o senador Weverton Rocha (PDT) concordaram que Jair Bolsonaro (sem partido) já não tem condições de seguir no comando do país.

Na live, transmitida nos perfis oficiais do Instagram dos líderes, os parlamentares maranhenses debateram a situação do Brasil no contexto da pandemia do coronavírus, os desafios impostos ao Senado e à Câmara, e concordaram que o presidente perdeu a oportunidade de unificar o país na mais grave crise do século.

Na avaliação do senador, o Brasil vive “um momento crítico”, em que os outros poderes da República, Legislativo e Judiciário tem desempenhado um papel fundamental para equilibrar o sistema democrático nacional diante do caos gerado pela falta de uma liderança.

“Nós temos hoje a noção de que o que ainda ajuda a equilibrar e manter de pé o nosso sistema democrático são justamente os outros dois poderes da República, tanto o Legislativo quanto o Judiciário. Há uma forte crise no que trata a condução do nosso país”, disse.

Quanto à evolução da pandemia no país, o senador pedetista também alertou que o protocolo de isolamento social, citado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como maior instrumento de controle da pandemia do mundo, tem sido ignorado em razão da falta de um Governo central.

“Em todos os lugares do mundo, em qualquer continente, até os líderes que estavam mal avaliados, conseguiram recuperar a sua popularidade no momento de crise que estamos vivendo, da pandemia. Por que eles conseguiram? Porque eles perceberam, todos, que o inimigo é o coronavírus, como é, de verdade”, disse.

Para Jerry, Bolsonaro se limitou a debater apenas o aspecto econômico da pandemia, esquecendo-se da adoção de medidas para defesa da vida. De acordo com o deputado, o Brasil tem precisado enfrentar a pandemia ao mesmo tempo que encara “o vírus da negligência, da irresponsabilidade e do desinteresse, materializado” na postura do presidente da República.

“Bolsonaro permitiu colocar-se um sinal de igualdade, de aliança, com o coronavírus. O mundo tem um padrão de comportamento. Cientistas e médicos, governadores de várias visões partidárias, políticas e ideológicas se esforçam para manter um padrão de acordo com a OMS, e o presidente fica em desacordo com isso, na contramão da agenda necessária”, afirmou o deputado.

Tanto Jerry quanto Weverton concordam que já não há mais condições para que Bolsonaro siga no comando da nação.

“Bolsonaro perdeu a grande oportunidade de unificar o país contra o inimigo comum. O que nos angustia, a todos nós, todos os dias, nestes 90 dias passados até agora, é a expansão da pandemia do coronavírus, que mata pessoas e afeta a economia do país”, disse Jerry.

Weverton ainda lembrou que o presidente tem dificultado a vida de gestores estaduais com a postura negacionista.

“Se o presidente Bolsonaro tivesse chamado os prefeitos e governadores, estavam todos com ele na mesma mesa. Porque todos compreendem que agora o adversário é um só, que é o vírus que está matando milhares de brasileiros. Nós temos responsabilidade com a vida e temos que fazer este trabalho. Então, hoje, temos o entendimento de que o presidente não tem mais condição nenhuma de liderar o processo”, disse.

6 Comnetários

  1. Absurdo❗ DEMOCRACIA, neste pais 🇧🇷❓
    O POVO BRASILEIRO escolhe, a “justiça” caca a soberania popular q reza na constituição, beneficiando aos viciados ao “toma lá dá cá “, acho q em breve haverá uma guerra civil neste país, haja vista que os pagadores de impostos e contribuintes desta nação, quando precisam da assistência pública ela não existe.
    O Q hipócritas acham é de criticar…não comentam nada sobre o dinheiro da nação Brasil nos cofres cubanos, venezuelanos, chilenos e seus correligionários. O que dizem…
    A saúde do Brasil o caos, não há preparo nem para pandemia de gripe viral…HORRIIIIVEEEL❗

  2. Não vai acontecer nada com o presidente, pois a maioria do congresso nacional é corrupto

  3. Kkkkk Esses dois que comem na cartilha comunista vem falar de JB? Tomem vergonha

  4. claro q eles vao falar mesma coisa são criar.. de flavio dino..ate tinha prestigio pelo governo de flavio dino no inicio do mandato …mas agora nao tenho…hoje com a pademia hoje e visivel fazendo polticagem..jogando sujo e mentindo..ainda falando mal de bolsonaro para se aparecer na midia de todo brasil como candidato a presidente…2022…ainda implantando decretos sem necessiade em sao luis…como rodizios..e lockdaw..tudo isso para se aparecer na globo para todo brasil..para povo brasileiro conhecer ele…como candidato…pare isso ecuide primeiro do maranhão

  5. Palavras vindas de um BOÇAL, IMBECIL, ESTÚPIDO, …….. e CORRUPTO, chamado Marcio “rato” Jerry, bem como de um outro CANALHA, COVARDE, IMBECIL, ………. e também CORRUPTO chamado Weverton Rocha chega a ser muito hilário e engraçado.
    São 02 bostas que não fazem RIGOROSAMENTE nada pelo país e, principalmente pelo Maranhão. Estão lá apenas para ganhar todo mês os seus salários pagos com os nossos impostos sem fazer nada, pois são vagabundos!
    O tal do “rato” Jerry é um “analfabeto político e mental”, pois vive falando merda por ai sem nem saber do que se trata, bem como resolver. Um BOÇAL!
    Já o tal de Weverton Rocha está seguindo os mesmo caminhos do Roberto Rocha. Na primeira oportunidade ele irá trair o Flávio Dino, mandando-lhe uma banana e fazendo oposição. Vai vendo ai. Por fim, jamais ele explicou aonde foi parar aquelas tais verbas para a reconstrução do ginásio Costa Rodrigues, na época em que era secretario de esportes da SEDEL, no governo Jackson Lago. Por incrível que pareça, após esse episódio a sua vida, principalmente financeira deu uma melhorada, né? Porque será?

Comments are closed.