Asa de Avião quer que PF investigue morte de Mariano baseado em decreto de extinção de cargos do Ministério da Justiça - Marrapá

Destaque

Asa de Avião quer que PF investigue morte de Mariano baseado em decreto de extinção de cargos do Ministério da Justiça

O autointitulado Asa de Avião, senador Roberto Rocha (PSDB), no ímpeto de meter o bedelho onde não deve, cometeu mais uma gafe em seu hall de  trapalhadas.

Depois de ler jornal impresso de cabeça para baixo, o alérgico a voto pediu investigação federal no caso Mariano, citando uma lei que em nada tem relação com a investigação, mas que dispõe sobre a criação de cargos no Ministério da Justiça.

O decreto citado pelo Asa é o Nº 9.150, de 4 de setembro de 2017 e aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança do Ministério da Justiça e Segurança Pública, remaneja cargos em comissão e funções de confiança e substitui cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores – DAS por Funções Comissionadas do Poder Executivo – FCPE.

Por incrível que pareça, o senador da República não entende bulhufas de lei. Demonstrando uma total falta de conhecimento jurídico e uma incrível capacidade de se meter onde não deve e não sabe, Asa tem que procurar é se resolver com a Polícia Federal e com os funcionários de sua rádio que nunca receberam os salários.

O senador trapalhão foi investigado pela PF por usar empresas e servidores que não tinham relação alguma com ele para justificar gastos em campanhas anteriores.

Outro problema que deveria preocupar o Asa é o fato do seu filho, o Asinha, ter sido exposto no caso dos cheques do Pacovan.

Comenta-se nos bastidores que essas relações obscuras com investigações policiais confundiram a cabeça, já confusa, do senador.

Veja a cópia do pedido estapafúrdio do Asa:

Comments are closed.