Articulação do vereador Marcelo Poeta foi determinante para Cintra se transformar em unidade do IEMA - Marrapá

Destaque

Articulação do vereador Marcelo Poeta foi determinante para Cintra se transformar em unidade do IEMA

O Governo do Maranhão publicou no Diário Oficial no final do mês de fevereiro medida que transformará o Centro Integrado do Rio Anil (Cintra) em uma unidade do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Além de aulas em tempo integral, os jovens ainda terão acesso a cursos técnicos e profissionalizantes. A iniciativa foi muita comemorada por professores, pais e estudantes.

A transformação do Cintra é uma iniciativa planejada e teve participação fundamental do vereador Marcelo Poeta (PCdoB). Foi através da indicação do parlamentar que a mudança passou a ser discutida e posteriormente cumprida. “Escolas de tempo integral é o método mais eficaz para a educação de crianças e jovens, além de afastar meninos e meninas da violência. Essa é uma prioridade do governador Flávio Dino (PCdoB) que já tem uma gestão reconhecida pelos esforços na educação. A participação do governador, do secretário de Educação Felipe Camarão, dos professores e de toda a comunidade é fundamental para essa realização”, destacou.

O diretor geral do Cintra, Olivar Júnior, um dos maiores entusiastas do projeto, exaltou o bom relacionamento do vereador junto ao governador como fator determinante para a inclusão de mais uma unidade do IEMA na capital, principalmente na região do Anil.

“Quando foi vislumbrado que o Cintra virasse IEMA essa articulação também aconteceu com intermédio do vereador Marcelo Poeta junto ao governador e ao secretário Felipe Camarão. É um agente político que tem papel fundamental na região do Anil. Tem um trabalho já reconhecido pela população e soma junto conosco no que for melhor para a nossa escola. É considerado um amigo da escola. Essa dedicação tem gerado frutos para o Cintra se transformar no IEMA, e é claro, que tem o dedo e a participação direta do vereador”, reconheceu.

O Instituto de Tecnologia oferece aulas em tempo integral para estudante do ensino médio. Como o Cintra ainda possui turmas do ensino fundamental, apesar dessa responsabilidade ser dos municípios, a transição acontecerá de forma cautelosa e gradativa, explicou Olivar. “Todo ano a gente desmembra uma turma do fundamental. Ano passado a gente trabalhou com a 6ª série, esse ano não. Temos apenas o 7ª, 8ª e 9ª período. Em 2020 iremos desmembrar a 7ª série; em 2021 desmembramos a 8ª série; em 2022 desmembramos a 9ª série e finalmente em 2023 o Cintra se torna plenamente uma escola de tempo integral de ensino médio”.

Com a vinculação, agora São Luís terá ao todo três unidades do Instituto em pleno funcionamento.