Destaques

Tribunal encontra indícios de desvios de recursos da previdência na Câmara

O Ministério Público Federal abriu uma investigação para verificar a suspeita de fraude na gestão dos recursos da previdência na Câmara Municipal de São Luís. Auditoria do Tribunal de Contas do Maranhão (TCE-MA) apontou que há vários anos o legislativo não repassa ao Instituto de Previdência e Assistência do Município de São Luís (IPAM) os valores da contribuição dos servidores.

O diretor geral da Câmara, Itamilson Corrêa Lima, e a diretora Ana Karina Cordeiro foram ouvidos no TCE. Ambos foram prestar esclarecimentos sobre o destino desses recursos. De acordo com as investigações, a suspeita de que IPAM não sabe ao certo o número de funcionários existem no legislativo municipal. O objetivo da auditoria e dos promotores é descobrir o destino dos recursos descontados em folha como contribuição previdenciária.

O presidente da Câmara, vereador Astro de Ogum (PSC), já informado das investigações e tem colaborado com a Justiça. Segundo a assessoria de Comunicação, o caso envolve os antecessores da atual gestão.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *