Geral

Se dependesse da maioria da bancada do Maranhão, Temer estaria salvo

O presente Michel Temer (PMDB) perdeu qualquer possibilidade de permanecer no cargo depois do escândalo da delação da JBS. A maioria dos cientistas políticos alegam que ele perdeu a governabilidade depois de oito pedidos impeachment e do abandono de partidos de sua base aliada. Porém, se dependesse apenas da bancada federal do Maranhão, o peemedebista estava salvo de qualquer processo pela sua saída.

Dos 17 deputado federais do Maranhão, apenas quatro se manifestaram contra o presidente e homologaram o pedido de impeachment, os demais optaram pelo silêncio e se mantiveram alheio ao momento do país.

A situação não é de surpreender, afinal a maioria dos parlamentares do Maranhão votou a favor das reformas propostas pelo presidente Michel Temer, como a terceirização e da previdência.

No Senado, a situação não é diferente. João Alberto em entrevista a Rádio Mirante disse que é preciso apurar os fatos antes de condenar o presidente, Lobão não se pronunciou e Roberto Rocha se negou a comentar o tema.

Temer não tem mais qualquer condição de continuar na presidência e tem muito político do Maranhão chorando aos quatros cantos a derrocada do peemedebista.

Os aliados de Temer no Congresso.

ALBERTO FILHO – PMDB

ALUÍSIO MENDES – PTN

ANDRÉ FUFUCA – PP

CLÉBER VERDE – PRB

DEOCLIDES MACEDO – PDT

HILDO ROCHA – PMDB

JOÃO MARCELO SOUSA – PMDB

JOSÉ REINALDO TAVARES – PSB

JUNIOR MARRECA – PEN

JUSCELINO FILHO – DEM

LUANA ALVES – PSB

PEDRO FERNANDES – PTB

VICTOR MENDES – PSD

WALDIR MARANHÃO – PP

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *