Geral

Roseana manda MP para legalizar contratações por seletivo

Do Blog César Bello

A governadora do Estado através da Medida Provisória n° 88/2011 alterou e acrescentou dispositivos da Lei 6.915/1997 que trata da contratação de servidores, estabelecendo regras para a contratação de professores para ensino fundamental, ensino especial, ensino médio e instrutores para oficinas pedagógicas e cursos de educação profissional, desde que não existam candidatos aprovados em concurso público e devidamente habilitados.

Ora, se para fazer o concurso é fixado em Edital a necessidade da habilitação, qual a razão para não convocar e nomear os concursados antes da contratação pelo processo seletivo? Será que o número de habilitados por área não preenchem as necessidades da SEDUC? a tal Medida Provisória da Bruxa não é o prenúncio para as eleições de Dois “Mile” Doze como ela diz com a língua empastada.

Se o professor passou em concurso, possuindo habilitação para ensinar determinada matéria é preterido, para que outro por processo seletivo assuma a sala de aula através de Medida Provisória, o governo usa da força para impor seus métodos de coerção e vontades.

As Medidas Provisórias sempre significam imposição, mas devem ser votadas pelos Deputados Estaduais. Cabe portanto aos professores mobilizarem-se no sentido de que os Deputados vetem a MP da Bruxa, como vem sendo chamada.

Roseana usa de má-fe e esperteza, pois sabe que a nova legislatura se avizinha, o que dificulta a articulação dos professores e do SINPROESSEMA.

O Presidente Marcelo Tavares disse que vai analisar a convocação, posto que a nova legislatura começa na terça-feira (01.02.2011), não justificando-se o chamamento dos atuais deputados.

Considerando-se entre os que foram eleitos para legislatura passada e o atuais, chega-se a simples conclusão: “Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”.

Esse é o melhor governo de Roseana professores e professoras.

Comments are closed.